Menu
Busca quinta, 22 de outubro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
36ºmax
23ºmin
ELEIÇÕES EM ARAGUAÍNA

Convenção confirma candidatura de Wagner e Marcelo: "Se querem resultado, é nesse palco", discursa Dimas

12 setembro 2020 - 16h39

Durante a convenção que oficializou a chapa do seu grupo político para buscar a sucessão na Prefeitura de Araguaína, o presidente estadual do Podemos e prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, enalteceu a importância do trabalho em equipe, envolvendo os auxiliares e todos os funcionários para o sucesso da gestão municipal. “Sozinho, ninguém faz nada”, frisou o prefeito.

Realizada na manhã deste sábado, 12 de setembro, no Parque Cimba, a convenção oficializou às candidaturas de Wagner Rodrigues (Solidariedade) a prefeito e Marcus Marcelo (PL) a vice-prefeito. Por causa das medidas de distanciamento social de combate à Covid-19, o evento foi restrito aos dirigentes dos partidos aliados e candidatos a vereador, mas teve transmissão ao vivo na internet.

Dimas disse que entrou na política pela possibilidade de melhorar a vida a da população. “Nessa caminhada eu vi pessoas que não acreditavam inicialmente, olharem e reconhecerem que era possível”, ressaltou o prefeito.

Ele ressaltou que durante os oito anos de mandato em Araguaína a gestão mudou muito e esse sentimento está expresso nas pessoas da cidade. “Dá orgulho de ver as pessoas falarem com satisfação de trabalharem na prefeitura, das pessoas orgulhosas de viverem aqui, e eu também me orgulho de saber escolher as pessoas que caminham conosco”, frisou.

Ao falar do histórico de Wagner, Dimas disse que percebeu suas qualidades há mais de duas décadas, quando conheceu o agora candidato em Gurupi, na época um jovem com 19 anos de idade. “E ele esteve à frente da nossa unidade daqui para fazer as relações institucionais e naquele momento já deu conta. Quando me elegi deputado federal, levei ele para Brasília porque tinha confiança e aprendeu muito rápido. E ninguém jamais conseguiu levantar nada de negativo do Wagner lá. Na prefeitura, ele cuidava muito bem de todas as ações que a gente determinava”, explicou Dimas, ao detalhar os motivos do respaldo político a Wagner.

Para o prefeito, a eleição de Wagner e a continuidade do projeto de gestão iniciado por ele em 2013 significa a defesa de uma cidade mais justa, mais humana, com mais oportunidades e trata com igualdade a sua população. “O voto não é só por ele ser presente, mas pela sua visão, grandeza e caráter. Nessa guerra estou preparado de novo, porque chega de conversa fiada, o povo passou borracha nisso. Se querem resultado, é nesse palco, com Wagner e Marcus Marcelo!”, argumentou.

No final do seu discurso, Dimas, em gesto simbólico, passou o seu chapéu para Wagner. “O trabalho continua”

 

AO VIVO