Menu
Busca sábado, 25 de setembro de 2021
(63) 99958-5851
Araguaína
35ºmax
23ºmin
FIQUE SABENDO!

Será que é necessário colocar o feijão de molho antes de cozinhar?

26 julho 2021 - 16h59Por Mega Curioso

Você já ouviu falar que os feijões devem ser colocados de molho antes de ir para a panela? Se alguma vez você já tentou experimentar seus dotes culinários com esse tradicional grão da nossa culinária, essa é uma técnica que normalmente é passada de geração em geração com o intuito de ajudar no processo de cozimento.

Mas será que isso realmente é necessário? Por mais que não pareça, esse truque tem um porquê. Ao colocarmos o feijão na água por algum tempo antes de levá-lo ao fogo, livramos o alimento dos chamados antinutrientes — compostos presentes em alimentos vegetais que dificultam a absorção de nutrientes essenciais para o nosso organismo.

Importância do feijão na água

Além de ser um conhecimento popular, colocar o feijão de molho antes de cozinhá-lo é uma prática benéfica para sua saúde e com eficiência comprovada pela Ciência. De acordo com um estudo feito pelo Centro de Pesquisa em Alimentos da Universidade de São Paulo (USP), o tempo indicado para deixar o grão descansando é entre 8 e 12 horas.

Quando realizamos o processo de "remolho" do feijão, os antinutrientes vão aos poucos sendo dissolvidos na água. Depois desse período, é essencial descartar a água da vasilha e não reutilizá-la para o cozimento do alimento. Apesar dessa ser uma prática um tanto quanto abandonada pelos mais jovens, ela continua sendo muito recomendada.

O principal benefício de deixar o feijão de molho é que essa é uma importante etapa para eliminar as substâncias que causam problemas digestivos, como os desconfortáveis gases. Isso ocorre porque os grãos têm muitos fitatos, que são oligossacarídeos não digeríveis, e também taninos, os quais aumentam a formação de gases.

Benefícios para a saúde

Algumas pessoas realizam o processo de remolho para diminuir o tempo de cozimento do feijão na panela, mas a realidade é que esse é apenas um "bônus" da prática. Ao contrário de outros alimentos, que podem perder nutrientes ao serem colocados na água por muito tempo, o feijão não apresenta o mesmo tipo de problema.

Na realidade, como boa parte dos antinutrientes vão embora quando deixamos o grão de molho, os reais nutrientes benéficos para o nosso organismo têm absorção facilitada, ou seja, ao removermos o fitato, conseguimos aproveitar muito mais o cálcio, o ferro, o magnésio e o zinco disponibilizados pelo feijão.

Esse é um processo que também funciona para outras leguminosas, como é o caso da soja e do grão-de-bico, por exemplo. Agora que você sabe essas informações, chegou a hora de "escutar os conselhos da sua avó" e deixar o feijão de molho por um momentinho!

AO VIVO