Menu
Busca terça, 26 de outubro de 2021
(63) 99958-5851
Araguaína
35ºmax
23ºmin
NORTE DO ESTADO

Em meio à pandemia, praia lotada e pancadaria marcam fim de semana em Xambioá

14 junho 2021 - 11h10Por Redação

A marca de 3 mil mortos pela Covid foi ultrapassada no Tocantins e em meio à pandemia tanto na capital quanto em cidades do interior, flagras de aglomerações foram registrados neste final de semana. 

A exemplo disso foi Xambioá, que teve aglomerações e confusão pra todos os lados. O final de semana na cidade foi marcado por aglomerações regadas a muitas bebidas alcoólicas e pancadarias. É o que mostra vídeos que circulam em grupos de WhatsApp. 

Um dos pontos que registrou uma grande aglomeração de pessoas está a praia do Murici, que apesar de não ter sido liberada oficialmente pela prefeitura, ficou lotada de barracas ao som de música eletrônica, tendo ainda ocorrência de brigas generalizadas no local. Segundo populares, não havia fiscalização nem policiamento na praia no momento da confusão. 

Mas não foi só na praia que teve confusão, na orla e bares da cidade também ouve registros de "quebra-pau".

Pandemia na cidade

Em meio a esse cenário, o Hospital do município registra quase 100% de ocupação de leitos clínicos para Covid. Dos 10 instalados na unidade, apenas 1 está disponível. Vale ressaltar que o município não conta com leitos de UTI.

Xambioá está entre as cidades mais afetadas pela pandemia no Estado e conforme o último boletim estadual, já confirmou 2.182 casos da doença e 27 óbitos.

Caos na Saúde

A cidade referência de atendimento para pacientes com Covid na região é Araguaína, que começou a semana com apenas 2 vagas desocupadas de UTI Covid. No município, três unidades de atendimento especializado estão completamente lotadas: o Hospital Regional de Araguaína (HRA), Hospital Municipal de Campanha e Instituto Sinai. No Hospital Dom Orione, dos 15 leitos de UTI, 13 estão com pacientes.

Prefeita de Xambioá

Sobre os tumultos desse final de semana, a prefeita Patrícia Evelin (DEM) destacou que a equipe de fiscalização ficou de plantão, mas assumiu que tem sido difícil conter aglomerações no município. "É preciso acelerar a vacinação contra a Covid-29, porque ninguém segura o povo", observou a gestora. 

AO VIVO