Menu
Busca quinta, 29 de outubro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
32ºmax
23ºmin
MINISTÉRIO DO TRABALHO

Em plena pandemia, relatório aponta aumento de empregos em Araguaína

09 julho 2020 - 17h12

De acordo com o último relatório divulgado pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), do Ministério do Trabalho, Araguaína apresentou uma recuperação no número de trabalhadores contratados em relação aos últimos meses. Só no mês de maio foram 718 novas contratações na cidade, mais que o dobro do mês anterior. que foram de apenas 317 novos empregos.

Este é o primeiro mês com saldo positivo em relação ao número de demissões desde o início da pandemia. No mês de abril, a cidade demitiu 950 trabalhadores, fechando o mês com um saldo negativo em relação ao número de novas contratações.

Em contrapartida, outras cidades como Palmas, continuam com dificuldade para equilibrar esta balança, apresentando um crescimento no número de demissões. Em maio, 2.087 trabalhadores perderam o emprego na capital e apenas 1.044 novas contratações foram feitas, deixando um saldo negativo de mais de mil postos de trabalho.

Setores em crescimento

O relatório também apontou os setores da economia de Araguaína que mais abriram novas vagas. Só o setor de serviços contratou 359 trabalhadores, 106 a mais em relação ao número de demissões. Neste segmento as empresas de delivery têm se destacado, algumas aumentando em até 100% o número de funcionários.

Em seguida estão a indústria e a construção civil, que também fecharam o mês de maio com saldo positivo podendo subir ainda mais nos próximos meses, já que uma indústria de fertilizantes também será instalada no Distrito Agro Industrial de Araguaína (DAIARA). A previsão é que a Poli Fertilizantes gere cerca de 100 empregos diretos para a cidade.

De acordo com o secretário executivo do Desenvolvimento Econômico de Araguaína, Hélter Dantas, a cidade tem mostrado um potencial enorme e futuro promissor.

“Na indústria, os frigoríficos da cidade se destacam por conta das exportações e da quantidade de empregos gerados, mas lembramos que o grande alavancador da economia tem sido os investimentos vultuosos que estão sendo feitos pela prefeitura na infraestrutura da cidade, que movimentam outros setores da economia e geram empregos diretos”, explicou o secretário.

Construção civil

São R$ 412 milhões em obras que já estão garantidos para Araguaína. Até o fim de 2020, a Prefeitura já deverá investir cerca de R$ 90 milhões, parte deste valor será para a pavimentação de mais de 35 bairros da cidade. Em alguns setores, o serviço já foi iniciado, como nos bairros Jardim Paulista, Setor São Pedro, Urbano, Vila Norte, Bela Vista e Bairro de Fátima.

Dentro deste grande investimento, também está a construção da Via Norte, que faz parte do Projeto de Saneamento Integrado Águas de Araguaína e prevê a drenagem dos córregos Neblina e Jacuba com bacias de detenção da unidade de conservação ambiental; implantação dos parques Nascentes do Neblina, Raizal e São Miguel, além da construção da avenida que irá ligar diversos setores da cidade.

“Os recursos já estão garantidos, serão R$ 220 milhões para a maior obra de infraestrutura de todo o Estado do Tocantins e ainda continuamos com a obra da Nova Feirinha e o projeto do Laticínio Municipal, por isso Araguaína tem se colocado à frente de muitas cidades do Tocantins no enfrentamento desse período de pandemia sem deixar de crescer”,  concluiu Dantas.

AO VIVO