Menu
Busca segunda, 25 de maio de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
33ºmax
22ºmin
AVANÇO DO CORONAVÍRUS

Em rede social, médicos alertam para risco iminente de colapso na saúde de Araguaína

30 abril 2020 - 18h17Por Redação

Médicos de Araguaína estão usando a rede WhatsApp para alertar a população sobre a situação do Covid-19 na cidade e um especialista de Palmas alerta para um sério risco de colapso do sistema de saúde nos próximos dias não só no município mas também no Tocantins.

Dr. Túlio Quirino

Em um áudio que circula no WhatsApp desde o final da tarde de ontem (29), um médico de Araguaína, alerta moradores para sobre a situação do Coronavírus na cidade e faz apelo. O áudio foi gravado pelo cardiologista Dr. Túlio Quirino. As informações foram confirmadas por nossa reportagem através da assessoria do profissional. 

A gravação foi feita no final da tarde de ontem, mas já teve grande repercussão e chegou até a nossa redação. 

O médico começa afirmando que o objetivo dele com a iniciativa é de alertar os araguainenses para a real situação do Covid-19 na cidade. Segundo ele, 50% dos leitos reservados para pacientes infectados pelo Coronavírus já se encontram ocupados e dentre esses, 40% estariam entubados em estado grave. 

Envio essa mensagem em caráter de urgência para que todos fiquem em casa. Estamos vivendo um momento crítico. Tudo que não for estritamente necessário e essencial, deixem para depois”, orienta o especialista. 

Outro caso

Este é segundo médico a se manifestar pelas redes sociais essa semana sobre a taxa de ocupação dos leitos pra pacientes infectados em Araguaína. Na quarta-feira (29), um outro profissional postou num grupo no WhatsApp, que no ritmo em que estavam sendo confirmados os novos casos, a expectativa era de que o restante dos leitos poderiam ser ocupados até esta sexta-feira, 1º.

O profissional ainda lamentou o fato de ainda não ter um hospital de campanha na cidade e reclamou da necessidade de contratação de mais servidores para atender a demanda. “Tudo feito de modo amador e improvisado”, criticou.

Especialista Alerta 

Em entrevista hoje ao site, Cleber Toledo, O médico Estevam Rivello, conselheiro federal de Medicina e que atua no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e Hospital Geral de Palmas (HGP), também no enfrentamento à Covid-19, afirmou que até hoje, nenhuma entidade de saúde “foi convidada ou convocada para reunião para que opinasse” sobre o combate à doença”, lamentou. 

Sobre a situação de Araguaína, o médico acendeu um alerta ao afirmar que se os casos no município seguirem nessa projeção de crescimento, na próxima semana o sistema de saúde da cidade entra no estresse. O número de casos no município saiu de 6 no meio da semana passada para 55 nessa quarta-feira, 29.  

O conselheiro defendeu que ainda há tempo de o Tocantins evitar o pior com a Covid-19. Segundo ele, pelas próximas três ou seis semanas o Estado deve viver “o nosso pior momento”. “As pessoas precisam fazer esse isolamento, sair de casa só o estritamente necessário mesmo, observar quando sair de casa todas as questões de segurança e evitar aglomeração em supermercados”, recomendou.

Leitos ocupados

Na prática, hoje, o Tocantins conta com 22 leitos de UTI para Covid-19 — são 12 Hospital Geral de Palmas e 10 no Hospital Regional de Araguaína. A informação foi dada pelo secretário estadual da Saúde, Edgar Tolini, ao conselho da OAB-TO na segunda-feira, 27, que “provavelmente”, colocaria mais oito leitos no HGP até o final desta semana. 

O Portal O Norte procurou tanto o Governo do Estado quanto a prefeitura de Araguaína para saber como se encontra hoje a situação de ocupações dos leitos na cidade.

Em nota, a Prefeitura de Araguaína informa que a rede hospitalar do Município, privada e pública, tem 36 leitos exclusivos para tratamento de pacientes com covid-19, sendo 13 leitos em Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). Do total, estavam ocupados 12 leitos nos hospitais Regional de Araguaína (HRA) e de Doenças Tropicais (HDT), até essa quarta-feira, 29.

Quantidades de leitos atualmente 

Segundo nota da prefeitura, O HRA tem 10 leitos de UTI e seis clínicos, no HDT são 10 leitos clínicos, no Hospital Municipal de Araguaína (HMA) há dois leitos de UTI Pediátrica e dois leitos clínicos pediátricos, já na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) são um leito de suporte avançado e cinco leitos para observação e transferência.

Governo do Estado

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) esclarece que a elevação da taxa de ocupação das Unidades de Referência para os casos de COVID-19 em âmbito nacional e mundial é notória e acrescentou que "o Plano de Contingência do Hospital Regional de Araguaína (HRA) não é estático, há diversas fases e estratégias sendo discutidas para seu fortalecimento e ampliação proporcionando uma maior assistência em termos quantitativos de leitos".

A Secretaria explica ainda que "Esse modelo de adequação da estrutura e aperfeiçoamento do HRA para melhorar o sistema é um processo árduo e diário, sempre respeitando os índices desta pandemia".

Sobre o posicionamento do Dr. Tulio Quirino, a SES afirma "o mesmo nunca esteve em contato com a Direção Técnica da unidade para acompanhar as medidas adotadas ou para sugerir algum tipo de melhoramento".

 

A nota não informa sobre a previsão de instalação de novos leitos ou hospital de campanha na cidade. 

Confira abaixo a nota na íntegra: 

Nota

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) esclarece que a elevação da taxa de ocupação das Unidades de Referência para os casos de COVID-19 em âmbito nacional e mundial é notória. O Plano de Contingência do Hospital Regional de Araguaína (HRA) não é estático, há diversas fases e estratégias sendo discutidas para seu fortalecimento e ampliação proporcionando uma maior assistência em termos quantitativos de leitos.

Esse modelo de adequação da estrutura e aperfeiçoamento do HRA para melhorar o sistema é um processo árduo e diário, sempre respeitando os índices desta pandemia. Sobre o profissional que se pronunciou em redes sociais, o mesmo nunca esteve em contato com a Direção Técnica da unidade para acompanhar as medidas adotadas ou para sugerir algum tipo de melhoramento.

Palmas, 30 de abril de 2020
Secretaria de Estado da Saúde
Governo do Tocantins

AO VIVO