Menu
Busca quinta, 29 de outubro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
32ºmax
23ºmin
NO TOCANTINS

Enterro de PM leva multidão para cemitério, mesmo com decreto que proíbe aglomerações

17 abril 2020 - 10h25Por Com informações do G1

Uma grande aglomeração de pessoas no enterro de um Policial Militar chamou atenção e causou polêmica esta semana em Araguatins, região do Bico do Papagaio, isso porque o ocorrido vai contra as orientações de especialistas da área da Saúde de que as pessoas evitem a proximidade neste momento de enfrentamento do Covid-19. 

Imagens registradas por populares na quarta-feira (15), mostram a multidão em corjeto para prestar as últimas homenagens ao PM. O questionamento levantado se deve ao fato de que no município existe um decreto em vigor que estabelece o distanciamento social e proíbe aglomerações, inclusive a abertura de comércios. 

A prefeitura se manifestou o decreto continua em vigor e que no caso dos velórios, as famílias estão sendo orientadas a realizarem cerimônias em menor tempo e reservadas, com o objetivo de garantir a prevenção de contágio com o Covid-19. O município disse ainda que as mesmas informações foram repassadas à corporação da Polícia Militar, contudo, a PM tem o seu próprio protocolo de funeral que inclui honras e salva de tiros, como foi registrado por moradores. 

Resposta da PM

Em nota, a Polícia Militar se manifestou sobre o caso e disse que tem por tradição as honras militares aos seus integrantes.

A corporação ressaltou ainda que zela por cumprir e fiscalizar as normas, principalmente neste sensível momento que toda sociedade está passando e ao contrário do que informou a própria prefeitura da cidade, disse que no município de Araguatins não houve restrições para cerimônias fúnebres.

Informou também que o militar sempre foi um personagem querido de toda a cidade, sendo seu velório e sepultamento organizado por seus familiares e amigos, e que a instituição não poderia se esquivar em prestar as honras devidas uma vez que ele dedicou a vida ao trabalho como policial.

Afirmou ainda que todos os procedimentos realizados pela Polícia Militar em suas honras fúnebres foram observando as orientações sobre o distanciamento social apropriado, bem como o uso de EPIs. Disse que não foi o Cerimonial Militar que promoveu aglomeração das pessoas, mas sim o desejo sincero da despedida ao nobre policial por toda sociedade.

Por fim, encerrou a nota informando que toda a cerimônia ocorreu de forma rápida e ao final, os policiais presentes orientaram a todos a retornarem o mais rápido possível aos seus lares a fim de manter o distanciamento social adequado.

AO VIVO