Menu
Busca domingo, 24 de outubro de 2021
(63) 99958-5851
Araguaína
33ºmax
23ºmin
MUDANÇA

Escolas municipais da capital retomaram hoje aulas 100% presencial

04 outubro 2021 - 15h10Por Prefeitura de Palmas

Adaptadas e seguindo os protocolos sanitários de segurança contra a Covid-19, as 78 unidades educacionais da rede municipal de ensino da Capital retornaram às atividades 100% presenciais nesta segunda-feira, 04. Para essa retomada, a Prefeitura de Palmas levou em consideração a diminuição no número de casos de Covid-19 e o avanço da vacinação na população em geral, incluindo os professores e pessoas a partir de 12 anos de idade.

Com o retorno das aulas 100% presenciais, as escolas retomam o calendário escolar de antes da pandemia, com aulas de segunda a sexta-feira, e os alunos deixarão de ser divididos em grupos, com escalonamento semanal de estudo, como vinha acontecendo desde o início do segundo semestre letivo, em agosto. Mas a volta às aulas presenciais não é obrigatória, de acordo com a portaria 0299/21, publicada no Diário Oficial do Município no dia 29 de setembro. O atendimento remoto continuará acontecendo para crianças com comorbidades ou para aquelas cujos pais ou responsáveis optarem pelo não retorno às atividades presenciais.

Nesse caso, os pais ou responsáveis deverão procurar a unidade educacional do seu filho para assinar um termo de responsabilidade, no qual também se declara ciente de que o ano letivo de 2021 terá que ser concluído na modalidade remota, com atividades pedagógicas impressas ou on-line, por meio da ferramenta Palmas Home School ou pela transmissão via YouTube, das Salas Interativas.

Volta ao convívio diário

A aluna Antônia Izidória era só alegria em poder voltar para o convívio diário com os colegas e professores. “Eu, particularmente, não estava rendendo muito no ensino híbrido, por isso estou feliz em voltar para a escola. As aulas diárias são melhores, porque temos mais tempo de estudo sob a orientação do professor na sala de aula e isso aumenta nosso aprendizado.”

“Para mim, as aulas já deveriam ter voltado, pois outras atividades já voltaram, e por que a educação não pode voltar? Foi com esse sentimento que Dalila Cirqueira, mãe de duas alunas da ETI Almirante Tamandaré expressou sua alegria pelo retorno das aulas 100% presenciais, afirmando que as filhas acordaram super ansiosas em poder voltar a conviver com todos os colegas diariamente. “Para mim, na escola, minhas filhas estão tão seguras quanto em casa porque aqui os cuidados estão sendo redobrados e eu me sinto muito segura em deixá-las aqui”, afirmou.

Segundo a professora de Ciências, Luiza Leal, a ETI Tamandaré segue medidas muito rígidas com relação aos protocolos de segurança, e os alunos já estão bem condicionados ao uso de máscaras e álcool em gel, lavagem das mãos, e o máximo distanciamento. “Nós sabemos que a pandemia ainda não acabou e que devemos continuar seguindo ao máximo todos os cuidados. Nesses dois meses de aulas no formato híbrido, não tivemos nenhum caso de contágio dentro da escola, isso prova que estamos preparados para seguir as aulas com segurança”, declarou.

Outro ponto levantado pela professora é que os alunos reconhecem que o aprendizado na sala de aula é bem mais efetivo do que à distância. “Especificamente para os alunos do 9º ano, que estão concluindo o ensino fundamental e se preparando para ingressar no ensino médio, estamos tentando minimizar os impactos desse tempo que estivemos sem aulas presenciais e esse retorno de forma contínua irá contribuir com bons resultados no ensino aprendizagem dos nossos alunos”.

O professor de Educação Física, Marcelo Gama, é outro defensor do retorno às aulas 100% presenciais. Para ele, as atividades físicas são muito importantes para a saúde mental das crianças, visto que dentro de casa elas se fecham cada vez mais e podem acabar desenvolvendo doenças mentais, por isso a convivência social é tão importante. “Nós vivemos numa sociedade onde temos que interagir uns com os outros. É possível promover atividades físicas sem ter o contato, nós só precisamos planejar e inserir atividades onde os alunos não tenham o contato físico, como é o caso da natação.”

Protocolos sanitários

Para a retomada das atividades 100% presenciais, todas as unidades educacionais foram adaptadas, seguindo os protocolos sanitários de segurança, e estão equipadas com totens com álcool em gel, pias com água e sabão, tapetes sanitizantes, aferidor de temperatura e marcadores de distanciamento, garantindo, assim, maior segurança no atendimento dos alunos e professores.

Além disso, mesmo estando vacinados, os profissionais que atuam nas unidades educacionais, bem como os alunos, deverão seguir os protocolos de segurança sanitária como: usar máscara durante todo o período em que estiverem dentro da escola, higienizar sempre as mãos com álcool em gel e evitar o contato físico.

AO VIVO