Menu
Busca segunda, 13 de julho de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
35ºmax
20ºmin
Por: Stoff Vieira

Reforma do Cristo Redentor de Araguaína? E daí?

10 maio 2011 - 21h03

Ao ler uma matéria publicada pelo Portal o Norte, confesso que não fiquei muito satisfeito. Não com a matéria, mas sim com a notícia publicada que informava sobre a futura reforma e restauração do Cristo Redentor de Araguaína, onde a atual secretária de Cultura, Marly de Carvalho, confirma ainda que, há um projeto de reforma, avaliado em cerca de R$ 60.0000,00.

Em uma cidade na situação desastrosa em que se encontram as ruas de Araguaína e onde pouco ou quase nada se investe em cultura e na arte local é lamentável investir tanto dinheiro nessa restauração.

Será que a secretária já se perguntou, quantos grupos de teatro existem na cidade? Quantos festivais de dança são realizados pela Secretaria de Cultura para valorizar e incentivar os grupos existentes? Quantos jovens escritores engavetam projetos e manuscritos de livros por falta de apoio e incentivo para a publicação dos mesmos?

Com um potencial cultural e artístico enorme como o de Araguaína e um investimento inexistente por parte do poder público municipal é justo investir esta alta quantia na reforma da réplica do Cristo Redentor? Quais as vantagens do mesmo para o desenvolvimento cultural e artístico de Araguaína? Quais as vantagens e benefícios que esta reforma trará para a cidade?

A meu ver, a réplica do Cristo Redentor que alguns chamam de cartão postal da cidade, não passa de um local para ponto de encontros amorosos para os desprovidos de dinheiro, romantismo e criatividade e ainda refúgio para alguns usuários de drogas.

Bem que, a atual secretária de Cultura poderia repensar e analisar se não seria mais vantajoso investir esse dinheiro no desenvolvimento da arte e cultura local. Algumas dicas seriam: a criação de festivais de teatro (para assim surgir novos grupos teatrais), festivais de dança (para valorizar os grupos existentes), elaborar um projeto para a criação de um concurso literário tendo como premiação a publicação da obra do escritor vencedor, criar oficinas de artes plásticas, entre outros projetos que realmente enriqueça a nossa cultura.

Dicas citadas ficam as dúvidas: o que parece mais importante: a tal reforma do cartão postal ou investimento na cultura e no desenvolvimento artístico de Araguaína?


Stoff Vieira/@stoffvieira



AO VIVO