Menu
Busca quarta, 11 de dezembro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
32ºmax
22ºmin
Por: Dágila Sabóia

Revolta com a falta de segurança

20 janeiro 2011 - 20h56

Editorial


O Portal O Norte foi criado com o intuito de informar a população sobre tudo o que acontece na cidade de Araguaína e região, inclusive os problemas sociais que ocorrem e crescem paralelamente ao seu desenvolvimento populacional e econômico. Tais problemas provocam insatisfação e preocupação aos araguainenses trabalhadores, pais e mães de família em geral.

O Norte vem sempre buscando mostrar um jornalismo sério e pautado na imparcialidade e responsabilidade social, tendo consciência de que somos formadores de opiniões. Sabendo disso, temos buscado, com afinco, trazer a notícia muitas vezes em primeira mão tratando destes assuntos tão impregnados em nossa sociedade.

E foi com esse objetivo que um de nossos repórteres da equipe Portal O Norte se deslocou para um dos lugares mais problemáticos de Araguaína - "A Feirinha” - recinto onde facilmente encontram-se viciados em drogas, prostitutas e alcoólatras dividindo espaço com comerciantes, trabalhadores e moradores que assistem todos os dias cenas de violência, mendicância e tudo o de pior que pode existir no submundo da marginalidade.

Na tarde da última quarta-feira, 19, o repórter Romário Souza, se deslocou até a Feirinha para retratar as mazelas de quem vive e sobrevive no local e foi de forma súbita, interrompido por cerca de quatro elementos que armados o renderam e roubaram sua câmera fotográfica, o impedindo de completar a missão a qual ele havia se destinado a cumprir.

 

Apavorado com o fato ocorrido, Romário retornou à Redação do Portal e acompanhado pela Direção foi até a Delegacia de Plantão da cidade, registrar um Boletim de Ocorrência. De acordo com o repórter não havia policiamento no local quando o fato aconteceu. Exatamente nesta mesma tarde, a Polícia Militar estava fazendo uma operação de patrulhamento de duas em duas horas nas mediações da Feirinha.


A equipe do Portal O Norte está inconformada com o fato ocorrido e o motivo não é porque nosso equipamento de trabalho foi roubado, mas sim pela insegurança estampada no lugar. Felizmente não aconteceu algo muito pior, felizmente nosso repórter não foi agredido e nós sabemos que o local é perigoso e violento. O que questionamos na verdade, é a falta de segurança permanente ali. Dias atrás assistimos a inauguração de uma Base Móvel na Feirinha, mas quem é que se importa com uma Base Móvel quando na hora em que mais se precisa não encontramos um único policial de plantão no local?


Não desmerecendo o trabalho da Polícia Militar, mas em nossa opinião e a de muitos trabalhadores e pessoas que precisam andar pela Feirinha, é que um lugar tão perigoso como este, no mínimo precisaria de uma equipe de plantão à postos 24 horas para coibir as ações criminais de indivíduos que permanecem rondando por ali.

 



 

AO VIVO