Menu
Busca quinta, 17 de outubro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
34ºmax
23ºmin

Secretário João Costa se reúne com Peritos Criminalistas

16 fevereiro 2011 - 17h26

O secretário da Segurança, Justiça e Cidadania, João Costa, se reuniu na manhã desta quarta-feira, 16, com os peritos Criminalistas do Tocantins. O encontro foi realizado no Instituto de Criminalística – Valdivino Tundelo de Carvalho, em Palmas. O Estado possui 135 peritos.

Durante o encontro o secretário assinou uma ação elogiosa de reconhecimento ao trabalho desempenhado pelos Peritos Criminalísticos. Entregou simbolicamente 135 malas equipadas com 71 materiais necessários para laudos periciais em campo, visitou as instalações do Instituto Valdivino Tundelo e tomou café da manhã com todos os presentes.

O superintendente de Polícia Técnica e Científica, José Marcelino Vianna, iniciou os trabalhos com um momento de oração. “O objetivo é buscar o reino de Deus, que as outras coisas serão acrescentadas”, disse. De acordo com o Dr. Marcelino a superintendência trabalhará para que os Peritos Criminalísticos estadual desempenhem um trabalho de reconhecimento nacional. “Nosso alvo é fazer o melhor para o Estado, por que estamos aqui para servir o público”, acrescentou.

O presidente da Aspecto - Associação dos Peritos Criminais do Tocantins, Gledston Vaz Vespúcio, entregou ao secretário João Costa, um documento com as reivindicações da classe, bem como estudos para convênios e cooperação com empresas particulares do estado.

O estudo tem o objetivo de incrementar ações de otimização do combate ao crime organizado, especialmente o de furtos e roubos de veículos no Estado do Tocantins. “Esperamos que nessa administração nossa classe seja reconhecida e valorizada e que a instituição seja aparelhada de forma que possa atender cada vez melhor a sociedade”, relatou Gledston.

Durante o encontro foi apresentado um vídeo documentário onde conta como é o trabalho do perito criminal e suas áreas de atuação. O material foi produzido pela Associação Nacional dos Peritos Criminais do Brasil.

O secretário João Costa, enfatizou que a classe dos peritos precisa ter mais independência e autonomia, pois segundo ele “o enfraquecimento da prova só beneficia o criminoso”, disse. Para ele é preciso deixar um novo rosto no Tocantins e isso só será possível quando se acabar com indigentes no Estado.

“Quando tivermos o banco de dados digitalizado saberemos onde foi tirada a digital da pessoa e quando isso acontecer teremos avançado muito. O Estado dará subsídios para elevar o conhecimento, conquistas e auto-estima dos Peritos, valorizando cada dia mais o servidor. Tudo o que pedimos ao nosso Governador Siqueira Campos ele tem nos dado. Esta Secretaria ainda vai dar muito orgulho à sociedade tocantinense e eu estou aqui para dar a minha colaboração” disse João Costa.

Também participaram do encontro a Diretora do Instituto de Criminalística, Deusamar Soares de Sousa, representantes das 13 regionais e peritos dos municípios de Gurupi, Arraias, Guaraí e Paraíso. (Com informações da ascom SSJC)

Ao Vivo