Menu
Busca quarta, 19 de fevereiro de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
29ºmax
24ºmin

Unitins conclui etapa da Educação Ambiental na área da usina hidrelétrica de Estreito

11 abril 2011 - 11h16

O Núcleo de Desenvolvimento e Avaliação do Desempenho Ambiental (Nudam), da Fundação Universidade do Tocantins (Unitins), concluiu mais uma etapa da execução do Programa de Educação Ambiental da usina hidrelétrica de Estreito, do qual é o responsável. O principal objetivo do programa é orientar as comunidades dos 12 municípios atingidos pelo empreendimento sobre as mudanças decorrentes da construção da usina e suas implicações diretas na rotina dessas comunidades.

Juliana Mariano Alves, coordenadora do Nudam, explica que em cada etapa da construção de uma usina hidrelétrica várias mudanças ocorrem no ambiente, alterando a vida de animas, plantas e das pessoas. O trabalho da Educação Ambiental é fornecer informações e orientações sobre tais mudanças para evitar danos além daqueles já previstos. “Cada etapa requer esclarecimentos às populações envolvidas diretamente e essas palestras são sempre com temas relevantes e pontuais”, reforça.

A coordenadora explica, ainda, que todo o trabalho é realizado por meio da distribuição de material informativo, programetes de rádio, vídeos, palestras e trilhas ecológicas. A ideia é trabalhar com pessoas que tenham potencial para serem multiplicadores das informações recebidas, ficando responsáveis para retransmiti-las às suas comunidades. Por isso, as escolas têm recebido atenção especial do Nudam durante toda a execução do programa.

Nos três primeiros meses deste ano, as palestras de capacitação foram realizadas nos municípios de Aguiarnópolis, Babaçulândia, Filadélfia, Tupiratins e Palmeiras do Tocantins, com público de 112 participantes. Para abril, a previsão é que a atividade seja realizada nos municípios de Goiatins e Itapiratins. As capacitações têm duração de 16 horas e estão sendo abordados temas como Educação Ambiental: princípios e práticas, Ecologia Interior, Social e Ambiental, Revegetação das Margens do Reservatório, Áreas de Preservação Permanente e Impacto Ambiental.

Juliana informa que qualquer pessoa que more em um dos municípios da área de influência da usina de Estreito e esteja interessado em participar da capacitação, procure a Secretaria Municipal de Educação do seu município para saber mais informações ou entre em contato com a equipe do Núcleo de Educação Ambiental, em Aguiarnópolis, pelo telefone (63) 3454 1233. Ela lembra que a Capacitação em Educação Ambiental é gratuita e tem certificação.

Histórico
A Usina de Estreito está localizada na região Norte do Brasil, no rio Tocantins, na divisa dos Estados do Tocantins e Maranhão, nos municípios de Estreito (MA), Aguiarnópolis e Palmeiras do Tocantins (TO). O início das obras civis foi em junho de 2007, com previsão de funcionamento no segundo semestre deste ano. Os municípios diretamente influenciados pela obra são: Aguiarnópolis, Babaçulândia, Barra do Ouro, Darcinópolis, Filadélfia, Goiatins, Itapiratins, Palmeirante, Palmeiras do Tocantins e Tupiratins (TO), e Carolina e Estreito (MA). (Da Ascom Unitins)

AO VIVO