Menu
Busca terça, 22 de outubro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
31ºmax
23ºmin

Bônus a Agricultores familiares

14 outubro 2010 - 12h03

Nos meses de outubro e novembro, o Programa de Garantia de Preços para Agricultura Familiar (PGPAF) garante aos agricultores familiares bônus referentes a 23 culturas. Entre elas estão o cultivo de açaí, milho, feijão, banana, mandioca, abacaxi, tomate, mamona, cará/inhame, produtos extrativistas como babaçu e pequi, e ainda carne de caprino/ovino e leite, entre outros produtos.


A portaria do PGPAF foi publicada na quinta-feira, dia 7, no Diário Oficial da União. Os preços de mercado e o bônus de desconto referem-se ao mês de setembro de 2010, com validade para o período de 10 de outubro a 09 de novembro de 2010.

Aqui no Tocantins, os agricultores que têm direito ao bônus devem procurar as agências financeiras onde foram aprovados os projetos de crédito rural do Programa de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), quando forem quitar suas parcelas, podendo contar, também, com o apoio do governo do Estado, por meio dos profissionais do Ruraltins nas 100 unidades locais instaladas em todo o território tocantinense.

Os bônus das operações de crédito e investimento ficam limitados a R$ 5 mil anuais por beneficiário do crédito rural (Pronaf). De acordo com o engenheiro agrônomo da Secretaria da Agricultura Familiar do Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA), Lineu Leal, o programa possibilita que o agricultor pague o financiamento de custeio com desconto em relação ao preço de mercado. “O programa beneficia os agricultores que acessaram o Pronaf. E no momento do pagamento da parcela do Pronaf, sempre que o preço de mercado estiver abaixo do preço mínimo estipulado pelo PGPAF, esse agricultor vai receber um bônus que é proporcional ao preço de mercado na região desse agricultor”, comenta Leal. (Com informações da assessoria de imprensa Ruraltins)

AO VIVO