Menu
Busca terça, 25 de fevereiro de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
31ºmax
22ºmin
RELAÇÕES INTERNACIONAIS

Tocantins inicia relação internacional com governo sudanês

15 abril 2011 - 11h44

O governador Siqueira Campos convidou oficialmente o embaixador da República do Sudão no Brasil, Abd Elghani Elnaim Awad Elkarim, para visitar o Tocantins. A intenção é estreitar os laços com o país africano e aprofundar as discussões sobre um possível acordo de cooperação técnica com o governo sudanês.

Divaldo Rezende, secretário do Desenvolvimento Sustentável, que está no Sudão a convite da ONU, falou sobre o assunto. “O Governo pretende apresentar as potencialidades do Tocantins e saber do embaixador em quais áreas nossos profissionais poderão atuar para auxiliar o desenvolvimento da República do Sudão”, disse.

Deverão participar do encontro a Fundação Universidade do Tocantins - Unitins, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Tocantins - FAPT e outros órgãos de pesquisa e desenvolvimento do Estado.

Oferecendo Cooperação Técnica
O Governo do Tocantins já possui experiência em cooperação técnica, principalmente na área ambiental, por meio da parceria com a Agência de Cooperação Internacional do Japão (Japan International Cooperation Agency - JICA), para implementação do projeto Corredor Ecológico do Jalapão. Mas desta vez, o governador Siqueira Campos pretende iniciar uma nova etapa nas relações de cooperação internacional que é a de oferecer a capacidade técnica dos profissionais do Estado nas diversas áreas do conhecimento.

“O governador entende que o trabalho do nosso Estado com os países africanos mostra ao Brasil outro lado da nossa relação internacional, que é o de ajudarmos tecnicamente os países que procuram a nossa cooperação”, disse Rezende, destacando que a semelhança das realidades sociais e culturais com os africanos favorece essa relação cooperativa.

Visita ao Sudão
O secretário viajou para a República do Sudão no último fim de semana, a convite do Fundo Internacional de Desenvolvimento da Agricultura (IFAD - International Fund for Agricultural Development), uma agência da Organização das Nações Unidas - ONU. Divaldo Rezende lidera uma equipe de cinco especialistas sudaneses para implantação do primeiro projeto de sequestro de carbono no país.

A visita do secretário ao Sudão também servirá para que ele identifique potenciais áreas para cooperação futura com o Tocantins, além de fortalecer a relação com as instituições internacionais de interesse do Estado, como o GEF e o IFAD.

“Fui orientado pelo governador para fazer um pré-levantamento das áreas aqui no Sudão em que podemos atuar com nossa equipe técnica em um possível acordo de cooperação”, afirmou. Os recursos para o acordo de cooperação Tocantins/Sudão poderão vir da Agência Brasileira de Cooperação - ABC. (Da Secom/TO)

AO VIVO