Menu
Busca sábado, 04 de julho de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
34ºmax
19ºmin
MUNICÍPIOS

Hospitais de Pequeno Porte também vão decretar estado de calamidade

04 maio 2011 - 16h09

Prefeitos de 23 cidades com Hospitais de Pequeno Porte (HPP) também vão seguir o exemplo do governo do Tocantins e decretarão estado de calamidade pública. A decisão foi tomada nessa terça-feira, 3, durante reunião da Comissão de Saúde da Associação Tocantinense de Municípios (ATM).

Segundo a Assessoria de Comunicação da ATM, a principal reclamação dos prefeitos na área de saúde é com a falta de profissionais, como médicos, enfermeiros, técnicos e assistentes administrativos. Também há reclamações com a falta de estrutura, como desfibrilador, banco de sangue, entre outros.

Após a reunião, a comissão se encontrou com o secretário extraordinário de Gestão Hospitalar, Raimundo Boi, para comunicar da decisão. Segundo a Ascom da ATM, Boi foi "solícitou e garantiu todo apoio aos prefeitos". Conforme a associação, o secretário propôs uma parceria com os municípios para encontrar uma saída para os problemas da saúde do Estado.

A Assessoria Jurídica da ATM já concluiu o decreto de calamidade no setor de saúde. A partir desta quarta-feira, 4, os prefeitos que têm HPP devem se dirigir à sede da associação, em Palmas, para assinar o documento. (Do Portal CT)


AO VIVO