Menu
Busca quarta, 16 de outubro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
34ºmax
23ºmin

Seminário debate alta incidência de alcoolismo entre indígenas karajá

26 outubro 2010 - 09h51

O procurador da República Álvaro Manzano e o antropólogo Márcio Santos participam nos dias 26 e 27 de outubro de seminário com objetivo de debater a alta incidência de casos de alcoolismo entre os índios da etnia karajá, habitantes do extremo oeste da Ilha do Bananal, às margens do rio Araguaia.

A iniciativa de organizar o seminário partiu do MPF/TO após constatação de casos envolvendo violência entre parentes da mesma aldeia, prostituição, uso de drogas ilícitas e situações de degradação dos indivíduos nas cidades próximas às aldeias, entre outras consequêncicas nefastas aos índios decorrentes do abuso de álcool.

Ao defender a organização de um seminário, com participação das comunidades indígenas e das instituições responsáveis pela implementação das políticas indigenistas, Manzano disse que o tratamento de casos pontuais é apenas paliativo, e que a chance do indivíduo voltar a beber abusivamente após o retorno às aldeias é grande. O seminário tem a pretensão de encontrar indícios que levem a determinação das causas do uso do álcool, para que uma solução a nível de comunidade possa ser encontrada. (Ascom/PR-TO)

Ao Vivo