Menu
Busca sexta, 25 de setembro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
35ºmax
23ºmin
UNIDADES HOSPITALARES

Quatro instituições disputam administração do sistema hospitalar tocantinense

18 maio 2011 - 09h37

Já está praticamente certo que as unidades hospitalares do Tocantins serão administradas pela CMB- Confederações das Santas Casas de Misericórdia. A entidade irá apresentar ainda esta semana o diagnóstico do sistema hospitalar do Tocantins ao governador José Wilson Siqueira Campos.

No mês passado Governo do Estado decretou estado de calamidade no setor hospitalar depois de terem sido constatadas diversas falhas nas 19 unidades existentes no Estado. Com isso, o governo poderia firmar contratos de emergência sem a necessidade de licitação.

Na ocasião quatro entidades foram convocadas para diagnosticarem os problema e apontarem as soluções com a proposta mais vantajosa para o poder público. As propostas deveriam ter sido apresentadas no início do mês de maio. Segundo informações de uma fonte que não quis se identificar, das quatro, três já apresentaram suas propostas, inclusive a CMB, provável escolhida.

Dentre os problemas constatados estavam os centros cirúrgicos com piso que dava choque, insetos circulando nas unidades, além de outros problemas estruturais como é o caso é o caso do desabamento de parte do teto do necrotério de uma unidade do interior, além de problemas com falta de medicamentos, limpeza, alimentação e profissionais.

Segundo a assessoria de comunicação do órgão, a Sesau ainda não definiu a empresa contratada, mas que essa decisão será tomada ainda essa semana, depois da apresentação da última proposta. A Ascom também informou que no início da próxima semana o secretário interino, Arnaldo Alves Nunes, irá anunciar a proposta vencedora.

Municípios
Seguindo a decisão tomada pelo Governo do Estado, um grupo de 30 municípios também declarou estado de calamidade nas unidades hospitalares. Segundo o prefeito de Miranorte, Abrahão Costa a intenção é reivindicar a manutenção dos hospitais municipais.

Palmas
Em sessão realizada na Câmara Municipal de Palmas, o líder do governo, Vereador Milton Neris, mostrou um balanço de ações da prefeitura que visam melhorar o sistema de saúde da Capital: “Até o final desse ano nós teremos 9 novas unidades de saúde da família, algumas já estão em construção, outras estão com o dinheiro garantido”, disse ele.

Neris não deixou de ressaltar que a prefeitura de Palmas anda na contramão dos outros municípios do Tocantins. “Enquanto os municípios seguem o Estado e decretam estado de calamidade, Palmas mostra que não é assim que se consegue alavancar os serviços”, disse ele com iminência.

Concurso
Para sanar o déficit de profissionais nas unidades hospitalares do Tocantins, a Sesau-Secretaria Estadual da Saúde pretende convocar os 1067 classificados do cadastro de reserva do concurso realizado para o quadro da saúde. O certame aconteceu em 2009 e ofereceu 1218 vagas em todas as cidades do Estado. Segundo a Sesau os profissionais serão lotados nos hospitais de Palmas e do interior.

CMB
A CMB - Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas é uma associação sem fins lucrativos ou econômicos. Fundada no dia 10 de novembro de 1963, em Santos, São Paulo, mas que atualmente está com sede em Brasília. Atualmente, a CMB é composta por 14 Federações Estaduais, possuindo mais de 2.100 hospitais associados. (Érica Lima/Portal Stylo)
 

AO VIVO