Menu
Busca terça, 18 de fevereiro de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
29ºmax
23ºmin
TRANSPORTES

Governador solicita obras ao Ministro

09 junho 2011 - 09h28

Em audiência com o ministro Alfredo Nascimento, dos Transportes, o governador Siqueira Campos solicitou a duplicação da rodovia Belém-Brasília, no trecho entre Talismã e Aguiarnópolis, e ouviu do Ministro que a obra será incluída no orçamento da União e que a duplicação começará pelos perímetros urbanos da rodovia. Este projeto foi apresentado ao Governo Federal em 2001, pelo governador Siqueira Campos.

Na reunião que contou com a presença dos secretários Eduardo Siqueira Campos, do Planejamento; Alexandre Ubaldo, da Infraestrutura; Lívio de Carvalho, das Relações Institucionais e Sandro Rogério, da Fazenda, além do senador Ataídes Oliveira, o senador Vicentinho Alves e o governador Siqueira Campos pleitearam junto ao ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, a realização de obras públicas para incrementar a malha rodoviária do Tocantins.

O governador apresentou projeto de duplicação das rodovias estaduais que ligam Palmas/Miracema/Miranorte, Palmas/Porto Nacional e Palmas/Paraíso do Tocantins.Outra proposta apresentada ao ministro abrangeu a BR-010. A rodovia federal foi construída em trechos descontínuos e está incompleta.

Segundo o secretário da infraestrutura, Alexandre Ubaldo, a complementação das rodovias inacabadas da região produtora do entorno de Palmas é importante, pois “garantirá a estas regiões a modernização no acesso ao grande mercado consumidor da capital”. A rodovia federal BR-010 está construída em apenas dois trechos - entre Paranã e Silvanópolis; e entre Taquaralto e Palmas. O restante é trecho descontínuo. Na proposta de Siqueira, a intenção é que o Governo Federal una os trechos já construídos através dos asfaltamentos das rodovias TO-365 e TO-040.

Na reunião um vídeo foi exibido para apresentar estudo preliminar da travessia ambiental da BR-242 que se estenderá sobre a Ilha do Bananal. O estudo de autoria do Engenheiro de Transportes, José Mazzaro, contempla a preservação do meio-ambiente através de uma estrada regulada com pedágios e escoadouros ambientais ao longo da Ilha, interligando o Tocantins com o estado do Mato Grosso.

A BR 242 que sai de Salvador e segue até a região oeste do Brasil passa pelo Tocantins e se encontra com a BR-153 (Belém-Brasília) na cidade de Gurupi. A intenção do projeto é que na Ilha do Bananal uma ponte com mais de dois quilômetros e meio ligue o Tocantins à parte da Ilha e dentro dela, indo até o Mato Grosso, a construção da estrada garanta o escoamento de produtos no eixo central do país”, pontuou o Governador Siqueira Campos.

Para o secretário Eduardo Siqueira Campos, a rodovia é extremamente vital para o país. “Este estudo foi pensado com a proposta de que o desenvolvimento das regiões Norte e Centro-Oeste estaria aliado, diretamente, à preservação ambiental através de uma construção de baixo impacto ecológico em alternativas que garantissem desde escoadouros para animais silvestres ao longo da travessia e opção para integração das comunidades indígenas isoladas. Esta rodovia está associada ao futuro desenvolvimento do Brasil, pois canaliza sua estrutura viária ao encontrar a Ferrovia Norte-Sul em Gurupi.”

UHEs e Eclusas
Outra solicitação feita ao ministro dos Transportes é a construção das eclusas de São Salvador, Peixe/Angical, Luís Eduardo Margalhães e Estreito, bem assim nas futuras hidrelétricas como as de São Vicente (Ipueiras), Itapiratins/Tupiratins e Serra Quebrada em Itaguatins, todas no rio Tocantins. Além destas, o governador pediu a construção das eclusas da UHE de Santa Izabel e também da inclusão de uma eclusa no projeto da UHE de Pau D’Arco, ambas no rio Araguaia. O governador sugeriu que o Governo Federal busque, se necessário, Parcerias Público-Privadas (PPPs) para a concretização da hidrovia Tocantins-Araguaia, viabilizando o transporte multimodal no Tocantins.

AO VIVO