Menu
Busca quarta, 03 de junho de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
32ºmax
21ºmin
OPERAÇÃO INCONFIDENTE

PGJ revela nome de membro citado em inquérito policial

10 junho 2011 - 10h36

Em entrevista coletiva realizada na tarde desta quinta-feria, 09, o Procurador Geral de Justiça, Clenan Renaut de Melo, revelou à imprensa o nome da Promotora de Justiça que segundo investigações da Polícia Civil teria nome citado em esquema fraudulento que levou a Operação Inconfidente.

Atuando na Promotoria de Justiça de Miranorte, Sterlane de Castro Ferreira, segundo Clenan, ainda não se encontra em condição de investigada, pois os indícios que recaem sobre a mesma são insuficientes para considerar alguma irregularidade. “O que consta é apenas um parecer, institucional, concordando com um alvará judicial. A Promotora fez apenas seu trabalho e acredito que foi feito com lisura. Diante disso, o que verificaremos é a legalidade do parecer expedido”, reforçou.

O Procurador Geral de Justiça revelou ainda que o Ministério Público Estadual (MPE) estará a frente das investigações e que a Promotora de Justiça será ouvida assim como as demais pessoas citadas no inquérito policial.

Questionado sobre as declarações do Deputado Estadual Stalin Bucar que acusou de omisso o MPE frente a nomeação do delegado de Polícia Civil, Adriano Carrasco, sem o devido processo legal de Concurso Público, Clenan Renaut, informou que já existe um Mandado de Segurança impetrado por um dos candidatos questionando tal nomeação e que já há negativa liminar em decisão do Desembargador Luiz Gadotti, sendo prerrogativa do MPE só se pronunciar mediante os autos. “Até o momento os autos não chegaram em nossas mãos, tão logo chegue daremos parecer e encaminharemos ao Tribunal de Justiça”, enfatizou.

Participaram da coletiva, o Procurador de Justiça e Coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, Nilomar dos Santos Farias, e a Promotora de Justiça Kátia Chaves Gallieta. (Denise Soares/Ascom MPE/TO)

 

AO VIVO