Menu
Busca sexta, 28 de fevereiro de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
31ºmax
22ºmin
UFT

Docentes deliberaram Ações de Greve

28 junho 2011 - 19h37

Em assembléia geral realizada ontem (27/06), no auditório do bloco C, na Universidade Federal do Tocantins (UFT) campus de Palmas, foi reiterado à deliberação da greve sem realização de qualquer atividade tanto de ensino, pesquisa e extensão.

Durante a reunião foi votado e deliberado a constituição da Comissão Geral de Greve, com um representante dos não sindicalizados e representantes sindicalizados por cada campus, totalizando oito membros. Além disso, devem ser constituídas comissões locais de greve com o objetivo de organizar e definir as ações locais.

As comissões têm o papel de mobilizar a comunidade universitária em geral a participarem da luta por salários mais justos. Segundo o membro da Comissão Geral de Greve, o professor do curso de filosofia Fábio Duarte, também serão criadas comissões dentre elas comunicação e cultura.

Duarte explica que membros da comissão geral e da direção da Seção Sindical dos Docentes da UFT (SESDUFT) se reunirão na próxima sexta-feira (01/07) em assembleia com os professores do campus de Araguaína. “A pauta da reunião será o posicionamento e participação dos docentes do campus de Araguaína na greve”, destaca.

De acordo com o professor Duarte a greve iniciada ontem (27/06) não tem data para acabar. “A nossa greve é por tempo indeterminado. Essa atitude foi devido ao descaso do governo no processo de negociação. Não admitimos um salário base em torno de R$1.400 para o professor que cumpre carga horária de 20 horas em início de carreira. Queremos salário digno. Queremos respeito à carreira docente. O momento é de luta”, enfatiza. (Por Shara Rezende)
 

AO VIVO