Menu
Busca sábado, 08 de agosto de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
35ºmax
20ºmin
INVESTIMENTO

Comissão da Seduc vai a Brasília para reunião com o FNDE

11 julho 2011 - 19h38

Dando prosseguimento à meta de agilizar as construções de novas unidades escolares no Tocantins, o secretário de Estado da Educação, Danilo de Melo Souza, escalou uma comissão que irá discutir com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) os cronogramas das obras tocantinenses. A reunião da equipe da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) com o órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC) vai ocorrer nesta próxima quarta-feira, 13, em Brasília.

No total, dez unidades escolares estão sendo construídas por nove diferentes empreiteiras no Estado, isto como parte do Plano de Ações Articuladas (PAR), do próprio MEC. No caso, estas escolas beneficiarão, principalmente, os moradores dos municípios de Almas, Ananás, Aparecida do Rio Negro, Combinado, Dianópolis, Filadélfia, Miranorte, Pindorama, Ponte Alta do Tocantins e Porto Nacional.

Em nova reunião com o responsável pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra), Alexandre Ubaldo, e com diretores e técnicos da Seduc e da Seinfra, no final da tarde desta segunda-feira, 11, o secretário de Estado da Educação, Danilo de Melo Souza, afirmou que o entrosamento entre todos os envolvidos e o estabelecimento de um rígido cronograma é fundamental para o andamento bem-sucedido das obras. “A partir de um cronograma bem estudado, não corremos o risco de nos comprometermos com o que não podemos cumprir. E isto vale para as empreiteiras também, que não poderão assumir algo que não têm condições de realizar. O trabalho tem que ser conjunto; não é a Seduc, a Seinfra, somos todos um grupo só, juntamente com os próprios empresários, e temos que valorizar esta parceria, aumentando o entrosamento, o que, consequentemente, vai refletir de maneira positiva no andamento das obras. Não precisamos nos indispor com ninguém, mas temos que ser firmes e éticos, e um cronograma bem traçado eleva os níveis de controle e de transparência de todo este processo”, pontuou Danilo de Melo. (Ascom Seduc / Marcus Mesquita)


AO VIVO