Menu
Busca quinta, 09 de abril de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
31ºmax
22ºmin
ESTADO

Servidores da Sehab participam de Seminário

12 agosto 2011 - 09h39

Servidores da área social da Secretaria da Habitação (Sehab) participaram nesta quinta-feira, dia 11, do Seminário Estadual de Lançamento da 4ª Edição do Prêmio ODM Brasil, no auditório do anexo da CAIXA em Palmas. O evento é organizado pelo Governo Federal, por meio da Secretaria-Geral da Presidência da República, o Programa Nacional das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e o Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade.

O prêmio ODM - Objetivos do Desenvolvimento do Milênio - visa incentivar e reconhecer projetos sociais que contribuem para: Erradicar a extrema pobreza e a fome; Atingir o ensino básico universal; Promover a igualdade de gênero e a autonomia das mulheres; Reduzir a mortalidade infantil; Melhorar a saúde materna; Combater o HIV/AIDS, malária e outras doenças; Garantir a sustentabilidade ambiental; Estabelecer uma parceria mundial para o desenvolvimento.

O lançamento do prêmio em Palmas ocorreu no período da manhã. Já no turno da tarde, representantes da sociedade civil, governos, iniciativa privada e fundações participaram do seminário ministrado por Rosane Fontoura, do Movimento Nós Podemos.

Entre os assuntos abordados destacaram-se: Prêmio ODM; Indicadores do Tocantins; Etapas e orientações para a elaboração de um projeto; Captação de recursos; e Transformação Social. Durante a explanação dos temas, a palestrante aplicou dinâmicas com os participantes.

Segundo Rosane Fontoura o seminário visa “estimular as pessoas para fazerem os projetos sociais e para ajudarem a melhorar os índices”. A palestrante destacou ainda que “os recursos existem, só que é preciso ter projetos bons”.

Para a assistente social da Sehab, Raquel Cavalcante, o seminário foi bom porque focou a questão da erradicação da pobreza. “Chamou a atenção da sociedade para o problema e não só das ONGs, mas também do poder público e privado”, disse.

Ana Clara Carvalho, também assistente social, considerou importante o enfoque de trabalhar a necessidade da comunidade local onde o projeto será executado. “Às vezes o que o projeto propõe não é o que a comunidade quer ou precisa. Não é preciso ser técnico, mas sim ter atitude transformadora e trazer o envolvimento da comunidade”, afirmou.

O lançamento da 4ª edição do Prêmio ODM Brasil ocorrerá em todos os estados brasileiros. (Da Secom)

AO VIVO