Menu
Busca sexta, 13 de dezembro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
33ºmax
23ºmin

4 entidades estaduais podem ser declaradas de utilidade pública

30 novembro 2010 - 12h49

Diversos projetos de lei que visam reconhecer e homenagear o trabalho de entidades e personalidades de destaque no Estado foram encaminhados para a Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ), pela Mesa Diretora, na sessão ordinária desta terça-feira, dia 30. As propostas versam sobre declarações de utilidade pública estadual para quatro entidades e a concessão de um título de cidadania tocantinense.

O presidente da Assembléia, deputado Júnior Coimbra (PMDB), é o autor de um dos projetos. Nele, o parlamentar propõe que a Associação Flor de Liz das Mulheres de Palmas seja declarada de utilidade pública. O mesmo reconhecimento é proposto pelo deputado Eli Borges (PMDB) para a Associação Educacional e Beneficente Evangélica, que também é da Capital.

Já a matéria da republicana Luana Ribeiro visa declarar de utilidade pública a Associação de Integração Social de Miracema. Outro projeto, do deputado Toinho Andrade (DEM), pretende estender o mesmo benefício para a Associação Beneficente e Assistencial de Combinado.

Uma última matéria enviada para a CCJ propõe conceder título de cidadania tocantinense para o padre João Bosco de Deus, que é administrador da paróquia São José Operário de Paraíso. A honraria é uma iniciativa do deputado Osires Damaso (DEM). (Da Ascom AL/TO)

 

AO VIVO