Menu
Busca segunda, 23 de novembro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
30ºmax
22ºmin
QUALIFICAÇÃO

Equipe do Parque do Jalapão recebe curso para formação de agentes

01 setembro 2011 - 09h36

A equipe do PEJ - Parque Estadual do Jalapão foi uma das participantes do curso de formação de Agentes de Sensibilização Ambiental do Jalapão (Asas do Jalapão), que aconteceu entre os dias 27 e 30 de agosto no Centro de Capacitação e Educação Ambiental do parque. O curso faz parte de uma ação do Projeto Corredor Ecológico da Região do Jalapão e contou com a participação de 23 professores da rede pública estadual e municipal, além de outros representantes locais.

A ação teve como objetivo capacitar os professores da rede pública de ensino e contribuir para o aperfeiçoamento dos educadores como potenciais multiplicadores de temas relacionados ao contexto ambiental regional, com ênfase nas unidades de conservação, na implementação do projeto Corredor Ecológico do Jalapão, entre outras questões que visem a qualidade de vida da comunidade.

A programação do curso foi composta por três módulos ministrados pelas analistas ambientais do ICMbio – Instituto Chico Mendes de Biodiversidade, Carol Barradas e Iaiá Floresta, pelas professoras do CEULP/ULBRA - Centro Universitário Luterano de Palmas, Valquíria Maranhão e Fátima Medina, e pela inspetora de recursos naturais do PEJ, Cassiana Solange Moreira.

Durante o curso, foram abordados temas teóricos relacionados às Unidades de Conservação, apresentando estratégias e alternativas de educação e elaboração de projetos que serão desenvolvidos nos módulos seguintes.

De acordo com a instrutora e técnica do PEJ Cassiana Moreira, o curso também já aconteceu no município de Rio da Conceição e está previsto para acontecer nos outros municípios que integram o corredor ecológico, sendo eles: Ponte Alta do Tocantins, Mateiros e São Félix.

Para Koji Asano, um dos coordenadores do Projeto Corredor Ecológico da Região do Jalapão e perito da JICA - Agência de Cooperação Internacional do Japão - proponente do projeto junto com o ICMBio, o empenho dos órgãos estaduais e federais como Naturatins, Semades, Seplan e ICMbio é essencial para a conservação do cerrado do Jalapão. Asano disse ainda que a parceria com acadêmicos, como é o caso do Ceulp/Ulbra, é um dos pontos fundamentais para a formação de multiplicadores conscientes da responsabilidade com o meio ambiente.

Corredor Ecológico
O projeto Corredor Ecológico faz parte de uma cooperação técnica entre os governos do Brasil e do Japão, por intermédio do Ministério do Meio Ambiente e da JICA, e visa identificar as áreas de conectividade ecológica entre cinco Unidades de Conservação da região do Jalapão. São elas o Parque Nacional Nascentes do Rio Parnaíba, a Estação Ecológica Serra Geral do Tocantins, a Área de Proteção Ambiental Serra da Tabatinga, o Parque Estadual do Jalapão e a Área de Proteção Ambiental do Jalapão. Dentre os objetivos, o projeto pretende promover atividades para conservação de ecossistemas e incentivar o desenvolvimento de práticas alternativas econômicas sustentáveis junto às comunidades da região. (Fonte: Naturatins)

AO VIVO