Menu
Busca segunda, 23 de novembro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
30ºmax
22ºmin
FIM DA GREVE

Após reunião, professores da UFT anunciam fim da paralisação

01 setembro 2011 - 10h20

Após reunião nesta quarta-feira, 31, os professores da Universidade Federal do Tocantins (UFT) decidiram, em maioria, pelo fim da greve que mantinha as aulas paralisadas desde junho deste ano.

O presidente da Seção Sindical dos Docentes da UFT, Vinicius Marques, explica que a decisão foi tomada, após a assinatura de um acordo entre o Andes (Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior) e o Ministério do Planejamento, no dia 26 de agosto. O termo assinado dá aos professores das universidades federais 4% de aumento, a incorporação ao vencimento básico de uma gratificação (Gemas), além da formação de uma comissão para estudar a reestruturação da carreira docente.

Essa comissão deve ser formada até 14 de setembro e deve elaborar a reestruturação até 2012. Para Marques, a formação dessa comissão foi o principal passo desse acordo que fez com que os professores votassem pelo fim da greve. Na reunião desta quarta-feira, 52 professores votaram pelo fim da greve, 35 foram contra e 10 optaram pela abstenção de voto.

Uma reunião do Conselho Universitário – Consuni será realizada durante a manhã desta quinta-feira, 1º, para reformular o calendário acadêmico da UFT. As aulas devem recomeçar apenas após essa definição.

Técnicos em greve
Segundo o representante dos servidores técnicos administrativos da UFT, Miguel Lima, o fim da greve dos docentes não alterou o movimento grevista dos técnicos. “Pelo contrário, o movimento ganhou mais força no âmbito nacional porque agora uma comissão de deputados federais assumiu a negociação com o Governo”, frisou Miguel. (Fonte: Roberta Tum)

AO VIVO