Menu
Busca terça, 22 de setembro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
37ºmax
22ºmin

Sargento Aragão aponta “trapalhadas” da administração estadual

28 setembro 2011 - 15h56

Em seu discurso durante sessão matutina desta quarta-feira, 28, o deputado estadual Sargento Aragão apontou trinta e dois itens de uma lista de ações mal planejadas do governo estadual nos nove meses de gestão, intitulada “trapalhadas do governo Siqueira Campos”.

Entre os assuntos apresentados, o Parlamentar destacou a exoneração de 22 mil servidores comissionados sem planejamento, a nomeação da conselheira do Tribunal de Contas do Estado, Leide Mota, a aquisição de 600 mil cestas básicas sem licitação e com preço acima do praticado no mercado, entre outros.

A decretação de calamidade pública na saúde, que culminou na contratação milionária da Pró-saúde, sem licitação. “A Pró-saúde contratada para diagnosticar a saúde e com meia dúzia de fotografias não verificadas, nem confirmadas, declarou existir um caos na saúde e depois da contratação não se viu melhorias”, destacou.

A emergência nas rodovias estaduais também foram pontuadas por Aragão, que ainda destacou a inexistência de licitação para diversas contratações, como no caso da Organização Jaime Câmara para o Agenda Tocantins. “O contrato sequer foi disponibilizado no Diário Oficial, só foi publicado o extrato, sem transparência na ação”, afirmou. (Da Ascom Sargento Aragão)

AO VIVO