Menu
Busca sábado, 22 de fevereiro de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
30ºmax
22ºmin
TOCANTINS

Empresários se queixam dos feriados

26 outubro 2011 - 08h50

Representantes do empresariado palmense estão com o calendário na mão. Nos próximos dias, três feriados vão afetar o faturamento: Dia do Servidor, na sexta-feira (28), Dia de Finados (2) e Proclamação da República (15). Nestas ocasiões, é certo que o comércio terá movimentação menor ou fechará as portas.

Para o presidente da Associação Comercial e Industrial de Palmas (Acipa), Fabiano do Vale, o fechamento das lojas impacta não somente o bolso dos empresários, mas também a arrecadação do Estado, “o que, por sua vez, reflete na geração de empregos e nos benefícios gerados pelos impostos”. Ele defende como alternativa considerar apenas os feriados nacionais e não decretar ponto facultativo que os prolongue. Vale estima que uma semana com três feriados chega a impactar em 25% o faturamento mensal da empresa.

Presidente da Câmara de Dirigentes Logistas (CDL-Palmas), Cleide Brandão exemplifica os prejuízos citando o caso de sua locadora de veículos. Em dias normais ela tem entre 30 e 40 reservas, enquanto nos feriados este número não chega a 5. Cleide também destaca a quantidade de pontos facultativos como motivo de preocupação. “Com os feriados prolongados, as pessoas saem da cidade, o que causa um esvaziamento no comércio. A maioria dos consumidores são funcionários públicos, eles chegam a 85% do total”, argumenta.

Justiça
O Tribunal de Justiça do Tocantins (TJ-TO) terá ponto facultativo no dia 1º de novembro e o feriado do Dia do Servidor Público foi transferido para o dia 31 de outubro. Deste modo, o órgão funcionará normalmente no dia 28 e não terá atendimento nos dias 31, 1º e 2. De acordo com o TJ-TO, a disposição atende ao artigo 301, alínea c do Regimento Interno. Conforme a assessoria de comunicação da Prefeitura de Palmas e a Secretaria Estadual de Comunicação Social (Secom), os próximos feriados deverão ser celebrados em suas respectivas datas e não há previsão de decreto de ponto facultativo até o momento. (Jornal do Tocantins)

AO VIVO