Menu
Busca terça, 25 de fevereiro de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
31ºmax
22ºmin
EDUCAÇÃO

7ª Olimpíada de Matemática contou com mais de 180 mil alunos

07 novembro 2011 - 11h19

Em uma totalidade de 190.694 alunos tocantinenses que participaram, neste último sábado, 05, da segunda e última fase da 7ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), 97% são de estudantes da rede estadual de ensino do Estado, somando 184.973 participantes das unidades estaduais, em detrimento dos 4.196 (2,2%) das municipais e 1.525 (0,8%) das federais. Assim como na edição anterior da disputa, quando o aluno da rede estadual Carlos Leite, de Gurupi, conquistou uma medalha de ouro para o Tocantins, que já soma cinco delas em todas as edições já realizadas, a Educação estadual tem grandes chances de sair vitoriosa em 2011.

Um dos fortes representantes da rede estadual é o estudante Athos Luige de Oliveira Santos, que cursa o 9º ano do Colégio Militar de Palmas. Se no ano passado ele também passou pela primeira fase, mas não foi muito bem-sucedido na segunda, nesta 7ª Olimpíada ele deseja mudar o final da história. “Eu me preparei muito mais este ano, pois quero conquistar uma medalha de ouro, o que não aconteceu em 2010. Por isto, procurei ajuda da minha professora, que me orientou e me indicou várias atividades de fixação dos conteúdos, como a apostila da própria escola”, disse o aluno de 14 anos, se referindo ao Guia de Aprendizagem que carregava sob o braço.

Reconhecendo talentos; incentivando a pesquisa
De acordo com a técnica da Secretaria Estadual da Educação (Seduc) e coordenadora de um dos nove centros de aplicação das provas Sádia Maria Soares Azevedo Rocha, a proposta da Olimpíada de Matemática é promover a descoberta de talentos na área, os levando à iniciação científica. “Esta disputa é estimulante para aqueles que se identificam com a Matemática, que demonstram ter o dom para desenvolvê-la, por isto um dos prêmios é justamente a oferta de 3.200 bolsas de iniciação científica no ramo. Aqui no Estado este debute na pesquisa acontece na UFT (Universidade Federal do Tocantins), onde já temos alguns alunos da rede estadual atuando”, revela Sádia Rocha.

Participantes, premiações e divulgação dos resultados
Os participantes da Olimpíada de Matemática foram divididos em três diferentes níveis, sendo estes determinados a partir da série de cada inscrito: nível 1, composto por alunos do 5º e 6º anos do Ensino Fundamental; nível 2, integrados por estudantes do 8º e 9º anos do Ensino Médio; e nível 3, que reúne aqueles que estudam no segundo grau.

Todos os 139 municípios tocantinenses foram representados na disputa, que oferta como prêmio 500 medalhas de ouro, 900 de prata, 1.800 de bronze, 3.200 bolsas de iniciação científica e 30 mil certificados de menção honrosa.

A divulgação dos resultados da segunda fase da 7ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas está prevista para fevereiro de 2012, e poderá ser consultada no site www.obmep.org.br. (Ascom Seduc / Marcus Mesquita)
 

AO VIVO