Menu
Busca segunda, 06 de abril de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
31ºmax
22ºmin

No último dia no Japão, Governador visita região atingida pelo tsunami

26 novembro 2011 - 08h33

Nesta sexta-feira, 25, o governador Siqueira Campos e comitiva visitam a cidade de Kesen-numa, na região atingida pelo tsunami, que fica 1.600 km ao norte da cidade Shimono-Seki. Esta última dista 1.000 km de Tóquio, a capital japonesa. Siqueira Campos almoçou com membros do comitê de reconstrução das áreas atingidas pelo tsunami, entre eles o vice-prefeito da cidade de Kesen-numa Keita Katoh e com o presidente do comitê de reconstrução da cidade. Durante a visita as vitimas, governador Siqueira Campos expressou em nome de todo o povo Tocantinense, a sua solidariedade à cidade e ao povo japonês pelo sinistro ocorrido em 11 de março.

Kesen-numa foi uma das cidades mais atingidas pelo tsunami de março de 2011, com mais de 1.000 mortos e cerca de 400 desaparecidos. Na cidade tem 75.000 habitantes, mais de 600 residências foram destruídas. O tsunami atingiu o coração da cidade, que concentrava 85% da atividade econômica local, composta principalmente pela indústria pesqueira.

A intensidade do terremoto foi tanta que deslocou parte do aterro da cidade em quatro metros e meio, aumentou a profundidade do canal de acesso ao porto de 10m para 20 m além de rebaixar o nível do solo em aproximadamente 70 cm, fazendo com que a haja inundação durante a maré alta.

Nove meses após a tragédia, ainda é possível ver os estragos causados pelas forças das águas, que arrastaram tudo que havia pela frente, inclusive 23 reservatórios de combustíveis que vazaram e foram a causa do incêndio que se alastrou, num incêndio que durou quatro dias. A previsão é de que se leve mais dois anos para a conclusão dos trabalhos de reconstrução. Para se ter uma ideia da catástrofe, o volume de entulhos e destroços gerados pelo tsunami equivale ao que seria gerado em 100 anos.

O governador colocou à disposição do comitê espaços de terra para as famílias interessadas em trabalhar no Tocantins, inclusive nos projetos de agricultura irrigada Manoel Alves e Sampaio. Siqueira pretende também construir na capital, Palmas, um jardim hei-sei. Inclusive já está acertado com uma grande empresa japonesa o financiamento para a construção de casas neste jardim, beneficiando também o povo tocantinense. (Por Luiz Pires)

AO VIVO