Menu
Busca segunda, 06 de abril de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
31ºmax
22ºmin
COM O IBGE

Seagro firmará termo de cooperação técnica

29 novembro 2011 - 08h46

Com o objetivo de atualizar constantemente os dados estatísticos do setor agropecuário, a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Agrário, firmará um Termo de Cooperação Técnica com o IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística para que as informações oficiais sejam consolidadas. Os detalhes sobre o papel de cada órgão foram discutidos em reunião na manhã desta segunda-feira, 28, na sede do IBGE, com a presença do secretário executivo da Seagro, Ruiter Padua, do chefe da Unidade do IBGE no Tocantins, Francisco Soares Ferreira, e do supervisor do setor agropecuário, Geraldo Noronha Junqueira Filho.

Na ocasião, Ruiter Pádua falou sobre a importância da consolidação dos dados para planejar melhor os investimentos e as políticas públicas de Governo. “É preciso socializar os dados do setor agropecuário, não adianta a Adapec ter um e o Ruraltins ter outro. O IBGE é o órgão oficial do Governo, e o termo de cooperação vai justamente fazer esse trabalho, consolidar os dados e disponibilizar para os Governos Estadual e Municipal”, justificou.

O supervisor do setor agropecuário do IBGE no Tocantins propôs criar uma comissão em Palmas para adquirir as informações, como cadastro de produtores e cultura que está sendo plantada por município. A ideia é implantar o modelo em outros municípios do Estado. “É uma forma de facilitar o processo com a informação de quantos produtores cultivam mandioca, fruta e assim sucessivamente”, sugeriu Geraldo Noronha.

Padua também disse que vai sugerir a criação de uma comissão, no Conselho de Coordenação de Programas e Projetos Estratégicos, que deverá ser composta por técnicos da Secretaria da Agricultura, da Secretaria de Indústria e Comércio e da Mineratins, para acompanhar os dados estatísticos do IBGE. “É importante acompanhar esses dados, que de repente podem apontar alguma tendência e que o órgão não conseguiu perceber”, defendeu o secretário executivo.

O chefe da Unidade do IBGE no Tocantins, Francisco Soares Ferreira, reforçou que o órgão tem nove regionais e sugeriu a realização de reuniões com os técnicos envolvidos nessas localidades para viabilizar o modelo de coleta de dados. (Rosilda Pereira em Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Agrário)

AO VIVO