Menu
Busca sexta, 20 de setembro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
36ºmax
23ºmin
MARCADOS PARA MORRER

Trio é preso por envolvimento em mortes encomendadas no Tocantins

07 agosto 2019 - 08h20

A Polícia Civil do Estado do Tocantins deflagrou, no final da tarde desta segunda-feira (05), a Operação “Sicários”, a qual teve como objetivo cumprir mandados de prisão preventiva e busca e apreensão contra investigados por homicídios a mando de organização criminosa na região. A ação foi conduzida pela Delegacia Especializada em Investigações Criminais - DEIC de Guaraí, 1ª Delegacia de Guaraí e Delegacia de Colmeia.

Na Operação, foram presos os indivíduos de iniciais T.G.O, de 29 anos, M.V.T.S, de 26 anos, e uma mulher de iniciais M.P.J, de 27 anos, suspeitos do homicídio de pessoas que estariam contrariando interesses financeiros de organização criminosa, em Guaraí, Colméia e Colinas do Tocantins.

Segundo o delegado Adriano Carrasco, responsável pelas investigações, no decorrer da ação policial também foram apreendidas uma arma de fogo e uma motocicleta, que supostamente foram utilizadas nos crimes. Depois de capturados, os indivíduos foram conduzidos até a Central de Atendimento da Polícia Civil, em Guaraí, e, após a realização das providências legais cabíveis, recolhidos à carceragem da Casa de Prisão Provisória da cidade.

As investigações continuam em andamento e podem resultar na prisão de mais envolvidos, além de possibilitar a conclusão pelo envolvimento do grupo a outros crimes ainda sem autoria. Ao todo foram cinco homicídios consumados e um homicídio tentado, em menos de três meses, em cumprimento a uma suposta lista de pessoas marcadas para morrer pela organização criminosa.

Em nível institucional, o combate ao crime organizado no Tocantins foi fortalecido com a criação por lei (Lei n. 3.479/2019) da Diretoria de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado - DRACCO, visando à integração e ao planejamento estratégico de ações de enfrentamento a este tipo complexo de delito.  

Ao Vivo