Menu
Busca domingo, 15 de setembro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
37ºmax
23ºmin
TECNOLOGIA

Unitins faz parceria com a Nasa para desenvolver projetos científicos

14 agosto 2019 - 09h03

A Universidade Estadual do Tocantins (Unitins) se tornou a 5ª instituição do Brasil e a única da Região Norte a ser parceira internacional da National Aeronautics and Space Administration (Nasa) – agência do Governo dos Estados Unidos responsável pela pesquisa e desenvolvimento de tecnologias e programas de exploração espacial. A Unitins submeteu projeto de candidatura em junho passado e recebeu neste mês de agosto a resposta positiva para integrar o Museum Alliance (Aliança de Museus), projeto global de educação informal em ciências. Com isso, levará para a sociedade, principalmente às escolas públicas, projetos voltados à educação científica, de modo informal, como forma de incentivar o gosto pelos diversos tipos de ciências.

As ações do Museum Alliance serão desenvolvidas como parte do projeto UniCidade. Os coordenadores, professores doutores da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Unitins Vinícius Carvalho da Silva, coordenador do Pibic, e Clarissa de Souza Oliveira McCoy explicam que o primeiro benefício desta parceria é contribuir para consolidar a Unitins como uma universidade pública de pesquisa, promovendo expansão do conhecimento. Além disso, como contribuição pedagógica, ofertará à sociedade o que há de mais avançado nesse tipo de ciência no mundo atual. Em contrapartida, deve documentar e relatar suas ações à agência espacial norte-americana.

“Astronomia, astrofísica, astrofísica do sistema solar, tecnologia e inovação aeroespacial. Levar esses tópicos de forma descontraída, descomplicada e informal à sociedade, a pessoas de todas as faixas etárias, com foco no público estudantil. A ideia é trabalhar a divulgação da ciência em tópicos de educação científica. É um projeto concebido e executado pela Nasa em parceria com a Unitins”, disse Vinicius, acrescentando que essa parceria “significa que nós vamos poder de modo oficial e com o apoio institucional da Nasa desenvolver esses projetos”.

Entre as ações previstas estão palestras em escolas, apresentação da Missão Apolo, Clube da Ciência, Tenda da Ciência, Sessões de astrofotografia com o Observando com a Nasa e Diálogos sobre Filosofia e História da Ciência: As questões filosóficas da exploração do espaço. A Unitins poderá participar de videoconferências com a Nasa, estará em contato com seus pesquisadores e terá acesso aos conteúdos do projeto.

Popularizar a ciência

A professora Clarissa de Souza Oliveira McCoy diz ainda que o Museum Alliance visa mostrar para o público de maneira geral, em qualquer lugar do mundo, que a ciência não está só nas universidades ou em grandes centros de tecnologia, mas presente no dia a dia. “A ideia é que cada vez mais as pessoas se envolvam com a ciência, com o pesquisar, com o conhecimento científico e motivem a curiosidade das crianças. Eles usam a palavra informal justamente para tirar o estereótipo de que só estuda ciência ou faz ciência aquele que é pesquisador”, completa.

A professora explica ainda que a universidade poderá pleitear recursos da própria Nasa para investir em projetos de educação. A agência disponibiliza cronograma e cada mês novos projetos de financiamento podem ser inscritos. A Nasa disponibiliza ainda equipe para auxiliar no desenvolvimento de projetos.

O projeto UniCidade é da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação e do Núcleo de Inovação Tecnológica, e as ações serão executadas com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Tocantins (Fapt), parceira institucional da Unitins. O projeto está em fase de concepção reunindo ainda os professores Dra. Ana Flávia Gouveia de Faria, pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação; Dra. Leda Veronica Benevides Dantas Silva, diretora de Pós-Graduação; o professor Me. Silvano Maneck Malfatti, diretor do Núcleo de Inovação Tecnológica, além de representantes da Pró-Reitoria de Graduação e da Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Comunitários.

Ao Vivo