Menu
Busca terça, 20 de abril de 2021
(63) 99958-5851
Araguaína
28ºmax
21ºmin
TRÂNSITO

Estado monitora e projeta reconstrução de rodovias deterioradas por tráfego pesado

25 fevereiro 2021 - 13h03

Mesmo com todos os esforços que o Governo do Tocantins, por meio da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto), tem feito para manter a trafegabilidade nas rodovias estaduais, com a realização de manutenções periódicas na malha viária, alguns trechos de rodovias ainda apresentam problemas frequentes. A razão está na condição do asfalto, que é antigo e, em muitos casos, inadequado para o intenso tráfego de cargas. Além das chuvas, que contribuem para o surgimento de defeitos na pista. 

A malha viária do Tocantins é composta por aproximadamente 13 mil km de rodovias estaduais, sendo cerca de 6 mil km pavimentados e 7 mil Km não pavimentados. O Governo está fazendo o monitoramento dos trechos deteriorados e trabalhando nas medidas necessárias para a solução definitiva dos problemas.

“Nos últimos anos, em razão do desenvolvimento do Estado, o número de veículos pesados que utilizam a infraestrutura estadual aumentou consideravelmente. Frente a isso, destacamos que é necessário adequar as rodovias estaduais para essa nova demanda. Nesse intuito, o Governo do Tocantins está tomando todas a medidas necessária com a realização de estudos, projetos e na captação de recursos, pois entende a importância do transporte rodoviário, incluindo o tráfego de veículos pesados, para a população e para a economia do Estado”, explica a secretária de Estado da Infraestrutura, Juliana Passarin.

Previsões de investimento

Um dos trechos é o da TO-335, entre Couto Magalhães e Palmeirante, também conhecida pela Transcolinas. A rodovia foi construída antes da instalação do Pátio da Ferrovia, por isso, não foi projetada para o tráfego intenso de veículos pesados. Na rodovia circulam diariamente cerca de 400 caminhões bitrem carregados de grãos vindos de outros estados. Esse fluxo constante contribui para deterioração do pavimento. Buscando atender a população e os produtores da região, o Governo do Tocantins mantém uma equipe de manutenção exclusiva para garantir a trafegabilidade e facilitar o escoamento da produção local.

Na TO-255, trecho entre Lagoa da Confusão e Barreira da Cruz, manutenções periódicas são realizadas com o objetivo de garantir a trafegabilidade, enquanto o Governo do Tocantins dá continuidade ao processo para a pavimentação do trecho. O investimento será de R$ 30 milhões. Os recursos para as obras já estão garantidos, por meio de um empréstimo realizado com a Caixa Econômica Federal.

Ainda, no trecho da TO-020, entre Novo Acordo e Lizada, a estrada tem fluxo intenso de veículos pesados o que somado com as fortes chuvas aceleram a degradação da rodovia. As equipes de manutenção estão atuando para minimizar os defeitos. O serviço de recuperação já está em execução desde a semana passada, para garantir a trafegabilidade da rodovia, atendendo os produtores da região.

Também, a TO-422, que liga a BR-153 ao Distrito Industrial de Araguaína, tem enfrentado problemas, pois mesmo tendo sido construída para dar acesso ao polo industrial, o pavimento não foi projetado para o tráfego de veículos pesados, por isso, o fluxo intenso de carretas carregadas contribuiu para o processo de deterioração. Para garantir a trafegabilidade, o trecho recebeu o revestimento primário, e já está em fase final o projeto para reconstrução do pavimento.

O Governo do Tocantins se prepara para dar ordem de serviço para recuperação de 20 pontos críticos e de duas erosões em rodovias visando fortalecer o sistema logístico e melhorar o escoamento da safra dos produtores estaduais. Dentre os trechos beneficiados nesse projeto, estão a TO- 482, com a ordem de construção da ponte sobre o Rio Manuel Alves, que liga Santa Rosa a São Valério. O investimento total será de aproximadamente R$ 57 milhões

Está prevista ainda a correção de duas erosões com recuperação de talude com contenção e recomposição do pavimento na TO-130, entre Santa Tereza do Tocantins e Ponte Alta do Tocantins. Esse é um problema que incomoda a população há mais de uma década. 

Investimentos já executados

Nos últimos anos, o Governo do Tocantins tem feito investimentos importantes na malha viária para melhoria da infraestrutura logística do Estado. Por exemplo, na TO-070, entre Porto Nacional e Brejinho de Nazaré, trecho que por muitos anos foi um gargalo logístico para a região, foi totalmente reconstruído. Além do novo pavimento, o trecho recebeu a revitalização da sinalização viária.

Também foi feita reconstrução do pavimento do trecho da rodovia TO-255, que liga Porto Nacional a Monte do Carmo, com cerca de 40 km de extensão. O investimento de aproximadamente R$ 15 milhões inclui ainda a implantação dos dispositivos de drenagem, importantes para a durabilidade do asfalto.

Outro importante investimento logístico, no valor de R$ 40 milhões, é o da TO-080, entre Palmas e Paraíso do Tocantins. Os 53 km de rodovia foram adaptados para receber o tráfego de veículos leves e pesados, com aplicação de Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ), adequado a realidade do trecho que possui tráfego intenso, por ser uma das principais vias de acesso à Capital, à BR-153 e ao pátio da Ferrovia Norte-Sul.

Na região sudeste, 11 trechos de rodovias, que compreendem 285 km, foram reconstruídos. As obras garantiram a trafegabilidade melhorando o acesso, especialmente, a oito municípios tocantinenses. O investimento de mais de R$ 80 milhões teve impacto direto e indireto em cerca 60 mil pessoas e também contribuiu para o escoamento da produção de grãos local.

 

AO VIVO