Menu
Busca segunda, 25 de outubro de 2021
(63) 99958-5851
Araguaína
35ºmax
23ºmin
APÓS REPERCUSSÃO

Estado nega ter autorizado Guaraí a reduzir intervalo entre doses da Astrazeneca

16 julho 2021 - 16h38Por Redação

Depois que a prefeitura publicou comunicado anunciando a redução de 12 para 8 semanas o intervalo da aplicação das duas doses da vacina contra a Covid-19 da Astrazeneca, a Secretaria da Saúde do Tocantins (Sesau) se manifestou emitindo nota sobre o assunto. 

De acordo com o documento, A SES negou que tenha autorizado a prefeitura a reduzir o intervalo de aplicação das doses. 

A pasta reforça ainda que todas as orientações feitas são em conformidade com o que é preconizado pelo Plano Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde (MS) e destacou que: “...não há definição do MS para mudança no prazo de aplicação da 2ª dose, mesmo que a bula do imunizante estipule prazos de aplicação de 4 a 12 semanas”, diz a Secretaria Estadual, acrescentando que o município tem autonomia para realizar a alteração, mas devem arcar totalmente com a responsabilidade.

Leia a íntegra da nota:

“A Secretaria de Estado da Saúde (SES) esclarece que segue o Plano Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde (MS) o qual define os grupos prioritários para vacinação contra a Covid-19, a ordem de vacinação, intervalo entre a vacinação e envia os imunizantes para atender os públicos prioritários e a população em geral.

Portanto, não há definição do MS para mudança no prazo de aplicação da 2ª dose, mesmo que a Bula do imunizante estipule prazos de aplicação de 04 a 12 semanas. A SES ainda mantém a orientação para a vacinação no prazo estipulado pelo PNI.

Os municípios têm autonomia para alteração, seguindo prazos estipulados em Bula, mas são totalmente responsáveis pela aplicação fora do prazo preconizado pelo MS.  

Palmas/TO, 16 de julho de 2021
Secretaria de Estado da Saúde
Governo do Tocantins”

AO VIVO