Menu
Busca sexta, 05 de junho de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
33ºmax
22ºmin
"UMA VERGONHA!"

Feirantes se revoltam com cesta básica recebida e desafiam prefeito: "Leva pra sua casa!"

30 março 2020 - 11h05Por Redação

A redação do Portal O Norte recebeu um vídeo onde feirantes de Araguaína, no Norte do Tocantins, estavam revoltados com as cestas básicas recebidas pelo município e cobravam o funcionamento das feiras livres na cidade. 

Segundo apurado pelo site, o manifesto aconteceu nesse domingo (29), logo depois que os trabalhadores receberam o auxílio alimentício disponibilizado pelo município. Uma das feirantes identificada como Katiane (32 anos), mãe de três filhos e que trabalha há 15 anos com a venda de frutas e verduras afirmou: "Meus fihos comem o que tem vontade, nunca precisei na minha vida ganhar uma cesta dessa aqui", disse mostrando item a item contidos no kit, questionando tanto a quantidade, quanto a qualidade dos produtos recebidos, mostrando inclusive, um pacote de feijão que estava mofado por dentro. "Pelo amor de Deus isso é uma falta de vergonha!... nós nunca precisamos pedir cesta não! Estou sendo obrigada a pegar", destacou afirmando que o que eles querem é voltar a trabalhar.

A feirante em nome dos companheiros de mobilização, questionou o fato de outros empreendimentos estarem funcionando normalmente enquanto eles são impedidos de trabalhar: "Resumindo, a classe rica tá aberta e os feirantes que é pobre que depende da feira pra sobreviver pra levar uma alimentação digna não pode" (Sic). 

Uma outra feirante questionou o fato de não ter itens de higiene na cesta oferecida pelo município. "Como é que vai ter uma higiene pessoal...será possível que o Ronaldo Dimas vai passar uma semana com essa sexta?", questionou.

Direcionado ao prefeito, uma das manifestantes comenta: "Somos mãe de família, dona de casa, não temos outra renda...se você acha que a pessoa sustenta uma casa com isso aqui leva pra sua casa e vê o que ce faz com isso aqui!" (sic), desafiou.

Resposta da Prefeitura

A Secretaria Municipal da Assistência Social informa que o modelo de cesta básica oferecido aos feirantes é o mesmo doado às famílias em vulnerabilidade social, por meio de programas da Fundação de Atividade Municipal Comunitária (Funamc).

A pasta comunica ainda que os alimentos são aprovados pelos órgãos que controlam a qualidade e estão dentro do prazo de validade, ainda sim já pediu para o fornecedor para trocar a marca do feijão mostrado no vídeo.

A nota destaca que o prefeito Ronaldo Dimas autorizou a disponibilidade de até 21 mil cestas básicas, para garantir o sustento de mais famílias. "Desde o dia 24, oito equipes estão percorrendo as casas dos cadastros já existentes e também já dos novos para avaliação socioeconômica e entrega dos alimentos", diz a nota.

Sobre as feiras livres, o município reforça que o funcionamento segue proibido e sem previsão para voltarem a ser autorizadas. 

AO VIVO