Menu
Busca quinta, 24 de setembro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
37ºmax
23ºmin
REDUÇÃO

Índice que reajusta aluguéis diminui para 0,37% na primeira prévia do mês

10 novembro 2011 - 09h41

O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), que serve como referência para reajustes em contratos de aluguel, ficou em 0,37% na primeira prévia de novembro. O resultado é inferior ao registrado no mesmo período do mês anterior, quando a taxa ficou em 0,45%.

De acordo com dados divulgados hoje (10), pela Fundação Getulio Vargas (FGV), a redução no IGP-M foi influenciada pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que diminuiu de 0,63% para 0,50% no período analisado. Houve decréscimo em materiais e componentes para a manufatura (de 0,68% para 0,41%), no caso dos bens intermediários; e ainda em matérias-primas brutas, como a mandioca (de 14,01% para -2,11%), o milho em grão (de 2,55% para 0,04%) e a soja em grão (de 1,02% para -0,59%).

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) ficou praticamente estável, tendo passado de 0,08% para 0,09%. Duas das sete classes de despesa componentes do índice registraram aumento em suas taxas de variação: o grupo alimentação (de -0,55% para -0,27%), com destaque para hortaliças e legumes (de -6,67% para -0,97%), frutas (de -1,72% para -0,99%) e carnes bovinas (de -0,10% para 0,52%); e educação, leitura e recreação (de 0,09% para 0,33%), com a contribuição de show musical (de -2,02% para 3,90%).

Registraram diminuição em suas taxas os grupos transportes (de 0,11% para -0,13%), habitação (de 0,51% para 0,38%), despesas diversas (de 0,22% para 0%), vestuário (de 0,37% para 0,27%) e saúde e cuidados pessoais (de 0,34% para 0,31%).

Já o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) subiu, passando de 0,09% para 0,16%. Os materiais, equipamentos e serviços ficaram mais caros (de 0,18% para 0,32%) e o custo da mão de obra não registrou variação.

Para calcular a primeira prévia do IGP-M de novembro, foram coletados preços entre os dias 21 e 31 de outubro. (Thais Leitão Repórter da Agência Brasil/ Edição: Juliana Andrade)

AO VIVO