Menu
Busca terça, 26 de outubro de 2021
(63) 99958-5851
Araguaína
35ºmax
23ºmin
EDUCAÇÃO

Governador assina ordem para conclusão de mais uma Escola de Tempo Integral

29 junho 2021 - 17h57Por Secom

O governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, e a secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes, Adriana Aguiar, assinaram nesta terça-feira, 29, a Ordem de Serviço para retomada e conclusão das obras da Escola Estadual de Tempo Integral (ETI) de Pedro Afonso. Um marco para a história da população do município. 

Na ocasião da assinatura da Ordem de Serviço, o governador Mauro Carlesse destacou o empenho para que as obras fossem retomadas. "Essa é uma grande conquista da população de Pedro Afonso e para a nossa gestão que, atuando de forma articulada, conseguiu retomar todas as unidades de ensino desse modelo, que estavam paralisadas. São obras que vão trazer avanços para o Estado do Tocantins, a educação tem esse potencial", ressaltou.

A titular da Seduc, Adriana Aguiar, destacou que a realização da obra trará importantes conquistas para os alunos. "Nossa maior preocupação é garantir, para os estudantes, o acesso aos espaços dessas unidades de ensino. Espaços que possibilitam a realização de atividades plurais, que resultarão na formação integral de cada aluno. Assim como nessa obra, estamos com outras frentes de trabalho em todo o Estado", pontuou.

A vendedora Edila Rodrigues dos Santos Silva tem dois filhos e, para ela, a construção da unidade de ensino é a realização de um sonho. "É uma melhoria para a cidade e os alunos, que terão acesso a uma estrutura melhor, o que refletirá no processo de ensino e aprendizagem. É um modelo de escola que dá mais visibilidade para nossa cidade, uma grande conquista para todos nós", comemorou.

Atualmente, a unidade de ensino conta com 60,52% dos serviços executados, e o valor licitado para a finalização da construção foi de R$ 9.423.386, sendo R$ 5.096.927, do convênio com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e R$ 4.326.458, de recurso próprio. A escola terá capacidade para atender 1.500 alunos e é composta por uma área total de 10.581,00 m² de construção, contando com uma estrutura física que busca garantir um espaço propício para o processo de ensino e aprendizagem, com a oferta de um ensino diversificado.

A unidade de ensino terá uma estrutura formada por um bloco de área administrativa, com espaço para professores (sala dos professores, informática, sala de vídeo, sala de leitura e sanitários); coordenação pedagógica; diretoria; secretaria; arquivo histórico; almoxarifado; administrativo/financeiro; sala para funcionários; DML. Também terá 21 salas de aula, sala de música, sala multiuso e banheiros de alunos; biblioteca; e seis laboratórios (física/química, biologia/ciências, dois de Informática e dois de línguas).

Além disso, a escola também contará com um refeitório; pátio coberto (com palco, banheiros de alunos); cozinha; dependências de serviço; salão multiuso; salas de artes marciais; ateliê e depósitos (material de limpeza, de máquinas e figurinos). Também terá quadra poliesportiva coberta com área de 781 m²; sala de artes marciais; sala de dança; sala de coral; sala de primeiros socorros; depósito de materiais usados nas aulas de educação física; consultório odontológico; auditório (com dois camarins, banheiros, palco, foyer e hall); piscina com seis raias semiolímpicas e com arquibancada; e duas guaritas (com sala, banheiro e área coberta de acesso e depósito).

Retomadas

Ao todo, além da Escola Estadual de Tempo Integral de Pedro Afonso, o Governo do Tocantins, nesta gestão, retomou as obras da Escola Estadual de Tempo Integral Jardenir Jorge Frederico, em Araguaína, que já foi entregue para a população; da ETI Nova Araguaína, também em Araguaína; da ETI Palmas II; da ETI de Araguatins; da ETI Paraíso e da ETI Pedro Afonso.

Todas essas unidades de ensino seguem o modelo da Escola Estadual Professora Elizângela Glória Cardoso, de Palmas e tiveram a construção iniciada na mesma época, em 2013, mas apenas essa havia sido concluída. Na gestão Mauro Carlesse, após articulação com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), foram realizados novos processos licitatórios e as obras foram retomadas por etapa.

AO VIVO