Menu
Busca sábado, 31 de outubro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
31ºmax
23ºmin
REFORÇO NA SAÚDE

Governador Carlesse determina envio de respiradores para Hospital Infantil de Araguaína

18 junho 2020 - 19h56

O governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, anunciou durante entrevista nesta quinta-feira, 18, ao apresentador Vanderlan Gomes, do Programa Balanço Geral de Araguaína, que determinou à Secretaria de Estado da Saúde (SES), o envio de 10 respiradores para equipar os leitos do Hospital Infantil do Município de Araguaína. 

“Esse é um momento difícil, em que temos que estar unidos para combater o novo Coronavírus e, como o Município está precisando e nós temos os respiradores, vamos ceder sim. Porque o nosso objetivo é atender a população”, afirmou o Governador. 

Durante a entrevista, o governador Mauro Carlesse avaliou o cenário em que Araguaína está inserida, principalmente pela proximidade com o Maranhão e o Pará, o que tem contribuído também para o crescimento do número de casos de Covid-19. 

O governador Mauro Carlesse informou também que toda a rede estadual de Saúde está disponível para atender os pacientes de Araguaína. “Enquanto Governo, nós pensamos em todo o Estado, de Talismã a Esperantina. Sabemos que os leitos de Araguaína estão com alto índice de ocupação, mas nós temos uma rede e, se for preciso, o paciente pode ser levado para Palmas, Gurupi, onde for, mas não vai ficar sem atendimento. Temos UTIs terrestres e aéreas para atender a nossa população, no momento que precisar”, destacou o Governador.

Cenário atual

A cidade de Araguaína concentra quase 40% dos casos totais de Covid-19 no Tocantins e a cada 100 habitantes do município, um já teve diagnóstico confirmado para a doença. De acordo com o último Boletim Epidemiológico, divulgado nesta quinta, 18, Araguaína tem 3.086 casos confirmados, sendo que 40 evoluíram a óbito.

Desde o início da pandemia, a SES tem adequado as unidades hospitalares de todos os municípios para receberem pacientes com a Covid-19 de forma dinâmica, com o intuito de ampliar a oferta da assistência conforme a necessidade da região. 

No caso de Araguaína, no início da pandemia, a cidade não contava com leitos de UTI para o enfrentamento, o Hospital Geral de Palmas (HGP) era a referência para encaminhamento dos pacientes acometidos pela Covid-19. Cenário que teve de ser mudado em virtude da realidade do município que é referência em saúde para vários outros municípios vizinhos. Com a nova estruturação, Araguaína conta hoje com 26 leitos de UTI (50% de todo o Estado), seis destes pediátricos, com previsão de nova ampliação em curto prazo, bem como a contratação de novos profissionais para trabalharem nessas unidades, já em andamento.

AO VIVO