Menu
Busca segunda, 25 de maio de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
33ºmax
22ºmin
PESQUISA COVID-19

Ibope visitará bairros de Palmas, Araguaína e Gurupi para fazer testes rápidos

14 maio 2020 - 09h38

Para melhorar o rastreamento da contaminação de Covid-19, ocorre em Palmas nos dias 14 e 15 de maio, quinta e sexta-feira, testagens para diagnóstico da doença em 25 bairros da Capital. A iniciativa é do Ministério da Saúde e será realizada pelo Ibope, sob coordenação da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e o apoio operacional da Secretaria Municipal de Saúde de Palmas (Semus). 

Ao todo, o Ministério da Saúde fará 100 mil testes rápidos no País. Além disso, a população de 133 cidades brasileiras também responderá a um questionário de uma pesquisa que mapeará o índice de pessoas que já criaram anticorpos contra o novo Coronavírus. A pesquisa ocorrerá em três rodadas, com um intervalo de 15 dias cada. No Tocantins, as cidades escolhidas para participar da rodada de testagens foram Palmas, Araguaína e Gurupi. 

Em Palmas a testagem ocorrerá em 25 bairros, onde serão realizadas 250 entrevistas e testagens para constatar Covid-19, sendo 10 em cada bairro. A empresa responsável por aplicar as entrevistas e, ao mesmo tempo, testar a população, é a Sirius Pesquisa, da Bahia, terceirizada pelo Ibope. Para realizar a pesquisa, a Semus fornecerá cinco carros da pasta para auxiliar as equipes.

Conforme a UFPel, o intuito da pesquisa é estimar o percentual de brasileiros com anticorpos,  avaliar a velocidade de expansão da infecção, determinar o percentual de infecções sem sintomas, avaliar os sintomas mais comuns, obter cálculos precisos da letalidade, com estimativas do percentual de infectados na população. Também visa estimar recursos hospitalares necessários para o enfrentamento da pandemia e permitir a criação de estratégias para sair das quarentenas.

Para o secretário de Saúde de Palmas, Daniel Borini, a testagem é fundamental para que seja ampliado o cenário epidemiológico das várias regiões do Município. “Isso nos dá mais condições de traçar ações para o enfrentamento bem como nos permitir tomar decisões na flexibilização das medidas e talvez no endurecimento do isolamento social”, ressalta. 

Segundo a gerente operacional da empresa, Márcia Santos, faz-se necessário que a população receba os entrevistadores em casa. Ela explica que o estudo será realizado de dez em dez casas de cada bairro e orienta que, caso alguém da residência tiver diagnóstico positivo para o novo coronavírus, todos os moradores farão o teste e serão orientados, caso necessário, a se dirigirem a uma unidade hospitalar.

Os profissionais responsáveis pela testagem passaram por treinamento no último sábado, 09, se submeteram ao teste de Covid-19 para que pudessem ficar aptos a visitarem as casas. Durante o levantamento, os profissionais utilizarão Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e terão cuidados de higiene recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

AO VIVO