Menu
Busca terça, 14 de julho de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
35ºmax
18ºmin
DENÚNCIA

Laticínio que funcionava em meio a fezes, morcegos e baratas é interditado

20 fevereiro 2020 - 10h00

A Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins (Adapec), com o apoio da Polícia Cívil, realizou nesta quarta-feira, 19, no município de Gurupi, uma ação fiscalizatória de combate à produção e à comercialização de produtos lácteos clandestinos, que resultou na apreensão de 137 kg de queijo, 100 kg de queijo ralado, 500 litros de leite, 12 mil rótulos e 183 mil embalagens rotuladas com informações fraudulentas. O proprietário foi multado em R$ 5 mil pela Adapec e o estabelecimento foi interditado.

Segundo relato do inspetor de Defesa Agropecuária da Adapec, Gerson Afonso Faria Nascimento, ao chegarem ao estabelecimento, foram constatadas diversas irregularidades, entre elas: a fabricação de queijos em péssimas condições higiênicas, o estabelecimento não possuía registro em serviço de inspeção oficial, a falta de equipamentos mínimos para o processamento, a não realização de análises laboratoriais da matéria-prima, as irregularidades de ordem estrutural ineficiente contra insetos e roedores, a presença de baratas, fezes de morcegos, entre outras. “Emitimos auto de infração e termos de fiscalização, notificação, apreensão, interdição e destruição”, pontuou.

Gerson Nascimento acrescentou que ações como essa são imprescindíveis para resguardar a saúde do consumidor. “É importante as pessoas tomarem conhecimento sobre a origem e a qualidade dos produtos que levam para suas mesas, pois podem causar sérios riscos à saúde humana”, alertou.

Equipamentos sem condições de uso - Adapec/Governo do Tocantins

De acordo com o diretor de Defesa, Inspeção e Sanidade Animal, Márcio Rezende, a ação foi realizada após denúncia recebida pelo Disque Defesa da Adapec. “Após aquela operação que realizamos no início do mês, em Luzimangues, despertou a atenção de pessoas sobre a produção clandestina e recebemos uma denúncia anônima informando sobre o funcionamento clandestino deste laticínio. Foi comprovado o seu funcionamento, por isso, é importante que as pessoas denunciem, porque só assim podemos combater este tipo de comércio ilegal”, destacou.

A Adapec dispõe de um disque denúncia onde qualquer cidadão pode denunciar a produção e a comercialização de produtos de origem animal clandestinos. O número do Disque Defesa é 0800-631122.

AO VIVO