Menu
Busca terça, 10 de dezembro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
30ºmax
22ºmin
BEM ESTAR

Implante de barba pode solucionar problemas com cicatrizes no rosto

27 setembro 2019 - 07h03

 A cirurgia plástica reconstrutora da face tem como objetivo corrigir lesões deformantes, defeitos congênitos ou adquiridos. Esse procedimento é necessário quando uma pessoa tem algum ferimento ou cicatriz por trauma ou acidente.  “O paciente vai precisar recuperar aquela função ou estética perdida e para isso, existem muitas cirurgias, ” afirma o Dr. Marco Cassol, cirurgião plástico especialista em face feminina.

Os casos mais comuns dessa cirurgia de barba são por causa de tumores, o mais conhecido é o câncer de pele, isso acontece por ficar muito tempo sem cuidar e esse tumor forma uma lesão muito grande no rosto, outros motivos para a realização são acidentes com motos. Pessoas com queimaduras da face, na base cortante, muitas vezes, precisam fazer um transplante de barba.

É possível fazer um transplante de barba após uma cirurgia reconstrutiva ou plástica na face, como por exemplo o lifting facial, geralmente ele deixa uma cicatriz e uma perda de fios na região da incisão que normalmente é realizada na lateral do rosto. “Então fica aquela falha, tanto em mulheres quanto homens, e normalmente é realizado o transplante capilar nessas reconstruções de lifting para cobrir a cicatrização deste procedimento, ” informa o Dr. Thiago Bianco, médico expert em transplantes capilares.

Outros exemplos são dos tumores na pele, já que alguns pacientes precisam fazer uma grande ressecção na face, sendo assim, o pelo pode ser implantado para cobrir essa cicatriz, caso seja uma região onde deveria ter pelos. Podemos fazer o transplante de barba também em pessoas com queimaduras. Normalmente as crianças com lábio leporino, ficam com cicatrizes na localização do bigode, após a reconstrução desta região, e o transplantes de baba são bastante eficazes nessas situações na fase adulta.

“Então toda a cirurgia reconstrutiva ou uma cirurgia craniana (cranioestenose) ou qualquer outra cirurgia, que deixe cicatriz e que deveria ter cabelos ou pelos naquela determinada área, tem a indicação do transplante para cobrir aquela região, ” finaliza o Dr. Bianco.

Dr. Marco Cassol

Cirurgião plástico especialista em face feminina - membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) com mais de 15 anos de experiência. É formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRG) e conta com especializações em cirurgia para a redução de mamas, criolipólise, micro lipoaspiração, cirurgia íntima, entre outras. Ele é considerado um dos pioneiros a realizar a técnica de implante microfolicular guiado por vídeo. Dr. Thiago Bianco foi graduado em Medicina em 2006, e especializou-se em cirurgia geral e trauma, além de direcionar sua carreira para a área de implante capilar. Membro titular da ISHRS (International Society of Hair Restoration Surgery), atualmente realiza um trabalho pioneiro com as técnicas de FUT (Follicular Unit Transplant) e FUE (Follicular Unit Extraction) para o transplante capilar de barba e de sobrancelha.

AO VIVO