Menu
Busca quinta, 21 de novembro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
31ºmax
22ºmin
VEJA O VÍDEO!

Moradores denunciam lixão a céu aberto em bairro de Araguaína; prefeitura responde

19 outubro 2019 - 10h18Por Redação

Revolta e preocupação, foi com esse sentimento que moradores do setor Ana Maria em Araguaína, procuraram o Portal O Norte para denunciar um lixão à céu aberto no setor. Eles cobram providências urgentes da prefeitura. 

O setor Ana Maria se desenvolveu em uma área que há mais de 20 anos era usada como aterro sanitário mas ainda hoje o lixo é um problema que assombra moradores.

O terreno alvo da denúncia é publico e fica localizado na Avenida Raizal.  Há cerca de 15 dias, o amontoado de resíduos era bastante evidente no local, como mostra as imagens abaixo enviadas por uma moradora que temendo retaliações, preferiu não se identificar. 

(Imagens cedidas ao Portal O Norte) Morador registra como a situação estava há cerca de 15 dias. 

Em imagens recentes registradas essa semana, a moradora mostra que o local foi coberto por uma leve camada de barro. “É lixo a perder de vista em cima e embaixo da terra, mas eles só “taparam o sol com a peneira” pra esconder o problema ao invés de retirar os resíduos daqui”, reclamou.  

"Só taparam o sol com a peneira, o lixo continua ali", reclamou uma moradora. (Foto Cedida Portal O Norte)

O lixo exposto na área é motivo de preocupação principalmente por conta do risco de proliferação de doenças. “O tempo chuvoso tá chegando e o medo de contrair uma doença como a dengue, zica e chikungunya só aumenta”, observa a professora, Viviane dos Santos Souza (35 anos). Casada e mãe de 2 filhos, ela que mora perto do terreno, diz que convive com o problema do lixo desde quando se mudou para sua casa há sete anos: “Quando comprei o lote pensava que era mato mas na verdade era só lixo”, ela disse que não desconfiou porque durante a fundação de sua casa que é regularizada e financiada pela Caixa, não foi encontrado lixo em seu lote, mas quando o problema veio à tona se sentiu enganada.  

"Camuflagem"

Um dos denunciantes que também preferiu não divulgar seu nome também falou com nossa reportagem para reclamar da situação: “Isso aqui tá errado! Aterro desativado precisa ser feito um estudo de solo, os resíduos tem que ser destinados para um lugar adequado e o local precisa ser destinado pra algo que realmente beneficie a população”, observou.

Com dois filhos pequenos sendo um recém-nascido, ele também diz que o principal temor é com doenças que podem afetar sua família. “Não queremos uma solução paliativa, precisamos que o problema seja resolvido de forma definitiva e urgente, várias famílias convivem com esse risco aqui”. O morador gravou um vídeo para mostrar a situação da Rua José de Alencar, quase inacessível e próxima ao terreno onde está o amontoado de lixo: "Acabaram de colocar uma terra aqui e tampou, deu uma camuflada mas isso aqui é crime ambiental", observou. 

Apesar do barro jogado sobre o local ainda é possível observar uma grande quantidade de lixo espalhada pelo terreno. 


(Fotos cedias ao Portal O Norte)

O outro lado 

O Portal O Norte procurou a prefeitura de Araguaína para esclarecimentos sobre o assunto. Por telefone, o superintendente de Fiscalização Ambiental do município, Orialle Barbosa, informou que foi criada uma comissão para tratar do assunto. “Não é tão simples assim e requer uma análise mais profunda por conta do local ter sido um antigo lixão e só a remoção não resolve o problema”, acrescentando que na próxima segunda-feira (21), às 9 da manhã, está agendada uma reunião com membros das Secretarias de Saúde, Infraestrutura, Planejamento e Meio Ambiente, além da Defesa Civil e Departamento Municipal de Postura e Edificações (Demupe) para que se possa traçar uma meta visando realizar o encerramento tanto desse lixão quanto do aterro controlado.  

AO VIVO