Menu
Busca domingo, 15 de setembro de 2019
(63) 99292-6165
Araguaína
37ºmax
23ºmin
ARAGUAÍNA

Moradores denunciam nova mortandade de peixos no rio Lontra

11 setembro 2019 - 10h16Por Redação

Moradores de Araguaína estão inconformados com poluição que atingiu o Rio Lontra e ocasionou a morte de milhares de peixes nesta terça-feira (10).

Os moradores acreditam que i desastre ambiental foi consequência do fechamento das comportas da Usina Hidrelétrica Corujão. A usina teve as comportas fechadas por volta das 10h da manhã desta terça-feira e não foram reabertas até a noite.

Os moradores relatam que foram criados comendo peixe do Rio Lontra e que não acreditam na situação atual do rio. “Eu não acreditei quando vi os vídeos, tive que ver de perto o que estava acontecendo aqui”, conta. 

A água adequada para sobrevivência dos peixes reduziu e aumentou a incidência de substâncias tóxicas. Os moradores também afirmaram que a água estava com mal cheiro. 

Diante da situação moradores cobram a ação dos órgãos de fiscalização.  “Acredito que as autoridades competentes tem que ver isso. Tem gente, ribeirinhos que sobrevivem da pesca, as mortes dos peixes não podem acontecer não somente por causa dos pescadores que vivem disso mas por causa da natureza também”, desabafa um dos moradores. 

BRK condenada por poluir Rio Lontra

A BRK Ambiental chegou a ser condenada por lançar no Rio Lontra efluentes de uma estação de tratamento de esgoto fora dos parâmetros exigidos pela legislação ambiental.

A multa que a empresa deveria pagar é equivalente a 1.200 salários mínimos (cerca de R$ 1.056.000,00), tendo como parâmetro o valor do salário mínimo da época dos fatos, em 2016 (R$ 880,00).

De acordo com a decisão a empresa foi obrigada a custear um programa de despoluição do rio Lontra pelo período mínimo de nove anos.

Ao Vivo