Menu
Busca sexta, 29 de maio de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
30ºmax
22ºmin
PARALISAÇÃO

Transporte de balsa no rio Tocantins deixa de operar e prejudica comércios ribeirinhos

22 março 2011 - 10h35

A balsa que durante muitos anos fez o transporte de passageiros e veículos entre o povoado de Bela Vista, município de São Miguel e Imperatriz, no Maranhão, parou de operar no fim de semana. Para os comerciantes de ambos os lados a paralisação reduziu as vendas em mais de 70%.

Nos posto de táxi, veículos parados à espera de passageiros. As pequenas embarcações que ainda fazem o transporte de pedestres atravessam o rio com um número de pessoas cada vez mais reduzido. Nos comércios, as vendas caíram mais 80%. A mudança na rota das vans afetou completamente a rotina desses trabalhadores.

Segundo os comerciantes do porto da balsas, a embarcação que fazia o transporte de veículos pelo rio Tocantins parou de operar nesse fim de semana. Por conseqüência, o movimento, se comparado ao que se via anteriormente, praticamente acabou.

As trinta e seis vans agora tem ponto fixo na Praça da União, bem perto do Porto da Balsa. O presidente da Cooperativa do Transporte Alternativo do Tocantins (Cootins) diz que os motoristas decidiram trafegar pela ponte, porque o preço cobrado na embarcação estava muito caro: R$ 20 por cada travessia do veículo pelo rio. Mas ele reconhece que o transporte alternativo entre os Estados do Tocantins e Maranhão é ilegal. (Do Imirante)
 

AO VIVO