Menu
Busca sábado, 04 de julho de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
34ºmax
19ºmin
ARAGUATINS

Aparelho de Raio-X oferece perigo à população

26 abril 2011 - 11h08

O ex-candidato a deputado estadual e proprietário da Construtora Carajás, Antônio Francisco Gonçalves Filho, mais conhecido como Filho, resolveu tomar uma atitude quanto as denúncias feitas por populares e funcionários do Hospital Municipal de Araguatins.

Segundo Filho, populares e funcionários do hospital frequentemente tem relatado ao empresário sobre a situação precária dos equipamentos da unidade de saúde. De posse das informações Filho resolveu verificar pessoalmente as informações e constatou, segundo ele, situações estarrecedoras, principalmente nos equipamentos de Raio-X. Filho tirou uma serie de fotos onde é fácil perceber o estado de desgaste e abandono tornando a utilização do equipamento em estado precário.

Os equipamentos estão instalado impropriamente, amarrados de forma improvisada, com buracos no chão sem qualquer medida própria exigida pela regulamentação de utilização do equipamento. É importante salientar que o equipamento de Raio-X possui elementos radioativos que podem provocar diversos danos a enfermeiros, técnicos, médicos, pacientes e outros indivíduos expostos ao equipamento. A radiação provoca efeitos deletérios ao organismo, independentemente da quantidade de exposição. Obviamente, uma pequena quantidade de radiação não será suficiente para provocar uma manifestação clínica ou genética, mas certamente provocará uma reação celular com quebra e desorganização de moléculas.

Para se ter uma noção do que pode ocorrer com uma exposição a radiação por um equipamento de Raio-X, basta observar o exemplo de Goiânia onde um acidente que envolveu a abertura de um desativado aparelho de raios X e uma porção de 19 gramas de césio 137 em pó, matou ao menos 66 pessoas e afetou mais de mil. A lista de contaminados e mortos não para de subir e provavelmente, nunca será concluída.

No mais recente levantamento feito por autoridades estaduais, 929 cidadãos são apontados, oficialmente, como vítimas da tragédia de 13 de setembro de 1987. Sete vezes mais que o divulgado em 1988, quando foram listadas 102 pessoas.

É claro que existem grandes diferenças entre o acidente de Goiânia e a situação do Raio-X no hospital de Araguatins, mas também é bom ficar em alerta pois o estado precário do equipamento pode provocar algum tipo de efeito em pacientes e funcionários do hospital.

Filho afirmou que pretende levar as denúncias ao Ministério Público e solicitar providências urgentes.(Do Folha do Bico)

 

AO VIVO