Menu
Busca quarta, 28 de outubro de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
31ºmax
23ºmin
MANIFESTAÇÃO

Universitários realizam protesto em frente à prefeitura de Araguaína

28 abril 2011 - 12h15

Luidiniz Brito
Da Redação

Na manhã desta quinta-feira, 28, alunos e funcionários da Universidade Federal do Tocantins (UFT) e do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins (IFTO), em manifestação pelas ruas da cidade de Araguaína, reivindicavam melhorias da educação dessas instituições de ensino. Além de melhoras estruturais no entorno das mesmas.

O intuito também é divulgar o ato de mobilização dos institutos federais de educação, que realizam, nesta quinta-feira, paralisação nacional em prol de uma educação de qualidade.

Reivindicações em Araguaína
Em Araguaína o movimento visa denunciar “o abandono dos setores Cimba e Araguaína Sul. Onde se encontra a UFT e IFTO”, diz Willy Rosário da Silva, 34 anos, da comissão de mobilização do IFTO e que trabalha na parte administrativa do referido instituto.

“A região está só areia e mato e não tem nenhuma iluminação. Ano passado, duas alunas da UFT foram agredidas por estupradores.” Relatou Lenivaldo Oliveira Sousa, 34 anos, técnico administrativo da Universidade Federal do Tocantins.

De acordo com relatos dos discentes há casos também de roubos vitimando alunos de ambas as instituições educacionais.

As reivindicações são: policiamento ostensivo, resolução dos problemas de lotes baldios, de falta de iluminação, de matagal e buracos nas ruas de acesso às instituições educacionais.


Críticas à prefeitura
O protesto seguiu até a Prefeitura de Araguaína. Todavia, o prefeito não foi localizado para falar sobre o assunto, pois não se encontrava em seu gabinete.

Os ânimos estavam exaltados. Um participante da comissão de mobilização do IFTO demonstrou toda sua indignação em relação ao que julga descaso do prefeito e disse: “Não estamos aqui para denegrir a imagem do prefeito, porque a sua própria gestão o denigre”, falou Willy da Silva.

O Vereador Divino Bethânia Júnior ( PP) que chegou ao local do protesto, informou em uma breve fala à reportagem do Portal O Norte que nenhuma solicitação sobre os problemas da UFT e IFTO, foi encaminhada à Câmara de Vereadores. Entretanto, a mesma está sempre cobrando do prefeito Valuar a solução dos problemas de buracos nas ruas da cidade: “Acho toda manifestação positiva. No que tange a malha asfáltica e iluminação cabe a prefeitura resolver isso. Araguaína inteira está só o buraco, todos os setores.” Bethânia lembra que o prefeito está em seu terceiro ano de mandato “não existe desculpa, agora tem que fazer”, cobra o vereador.

Polêmica
Foi questionado também durante o protesto o porquê do ITPAC ( Instituto Tocantinense Presidente Antônio Carlos) e da Universidade Católica Dom Orione terem asfalto nas suas imediações e tanto o IFTO e UFT, não terem. “Seria um favorecimento por serem universidades particulares?” Questionaram os manifestantes.

 

AO VIVO