Menu
Busca terça, 07 de abril de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
32ºmax
22ºmin
SOS GURUPI

Pedestre na rua e carro na calçada

02 maio 2011 - 17h45

O que deveria ser um espaço destinado ao trânsito de pedestres está se tornando um verdadeiro transtorno, situação que se repete em vários bairros da cidade, o que remete ao total abandono por parte dos órgãos competentes.

Em alguns pontos, devido à dificuldade de andar pelas calçadas, o pedestre tem que caminhar na rua, colocando em risco sua segurança. Uma prova deste abandono é a calçada da Avenida Pará, no trecho entre as ruas 05 e 06, Avenida Goiás são as calçadas desniveladas.

Você já parou para pensar nas dificuldades encontradas por cadeirantes, idosos, gestantes e mães com bebês. Já na Rua Trinta e Um de Março, é a falta de calçada que prejudica o trânsito dos pedestres, de um lado a pedestre encontra montanhas de terra e lixo que impedem a passagem, do outro a calçada destruída é usada como estacionamento.

Está distante ainda o tempo em que o pedestre brasileiro será alvo de gentilezas que só tem no exterior: motoristas detendo a marcha de seus veículos, para que possa tranqüilamente atravessar a rua.

Aqui, não; o pedestre que se cuide e corra. A maior parte dos motoristas, ao ver alguém cruzando a rua, não chega sequer a diminuir a marcha de seu carro ou moto. Quando muito, dá uma buzinada e pé-na-tábua, confiando em que nada sucederá.

O brasileiro tem a cultura de estacionar irregularmente, prejudicando idosos, cadeirantes e mães com seus carrinhos de bebê. No trânsito, o pedestre sempre tem (deve ter) razão.

(No trânsito da cidade as pessoas cumprem diversos papéis como cidadãos. Quando estão dentro de um veículo - seja um carro, ônibus, moto ou bicicleta - são motoristas ou passageiros e devem comportar-se com segurança, dirigindo com atenção, usando capacete ou cinto de segurança nos bancos da frente e traseiros. Quando estão caminhando, são pedestres e também devem ser responsáveis e cuidadosos no trânsito.

O pedestre deve cuidar da sua segurança e andar com muita atenção, pois não possui acessórios ou equipamentos de proteção contra as situações de risco que enfrenta no dia-a-dia do trânsito. Por isso é muito importante seguir algumas regras de comportamento, como respeitar as placas, calçadas, faixas e sinalizações, para prevenir acidentes.

A imprudência é a principal causa de acidentes envolvendo pedestres. (Do Gurupi Online)

AO VIVO