Menu
Busca segunda, 06 de abril de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
31ºmax
22ºmin
IMPUNIDADE

Vândalos destroem refletores do Cristo na presença de guarda e saem impunes

01 junho 2011 - 08h52

Daniel Lélis
Da Redação

O Portal O Norte vem acompanhando há algum tempo a situação do monumento mais famoso de Araguaína, a réplica do Cristo Redentor. Foram várias matérias dedicadas ao ponto turístico, inaugurado em 2004, na gestão de Valderez Castelo Branco (PP). Numa delas, o site mostrou que havia supostas falhas na segurança do local. Na época, o diretor do departamento de Vigilância Patrimonial, Paulo Renato, afirmou que três vigilantes cuidam do Cristo, sendo que dois se alternam durante o dia e um fica no período noturno (Confira a matéria na íntegra, aqui).

Quase um mês após aquela reportagem ir ao ar, a ideia de que falta mais segurança para o Cristo ganha força. Nossa Redação, recebeu a denúncia de um cidadão que mora próximo ao Cristo Redentor de que semana passada, três refletores que iluminam o monumento, foram quebrados por vândalos. Na denúncia, o morador que preferiu não se identificar afirma que raramente pode-se ver um vigia no local e apela para as autoridades competentes tomarem providências quanto ao problema. Finalizando sua denúncia, ele completa: "Um local onde as pessoas deveriam aproveitar para ver como é linda a cidade, conversar, em fim, um local apropriado para muitas coisas boas, mas infelizmente, o que vejo aqui é o inverso: pessoas usando drogas, se prostituindo e depredando o patrimônio público".

Em entrevista, Paulo Renato, afirma que um grupo de seis pessoas foi responsável pela depredação. Segundo ele, um vigilante estava no local quando os jovens começaram a destruir os refletores, mas não pode fazer muita coisa, pois além de não poder andar armado, não tinha condições de enfrentar sozinho aos depredadores.

Ainda de acordo com Paulo, o vigilante teria, quando do ato, chamado a Polícia Militar para tomar providências, mas quando esta chegou ao local, os vândalos já teriam fugido, não sendo possível identificar nenhum deles. O diretor afirmou que já foi feita solicitação para a compra de novos refletores, mas que não há prazo para instalação dos mesmos.

 

AO VIVO