Menu
Busca segunda, 17 de fevereiro de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
30ºmax
23ºmin
PARAÍSO

Secretário e comissão de padrões mínimos vistoriam obras em unidades estaduais de ensino

20 junho 2011 - 09h34

Estas visitas do secretário juntamente com a comissão de padrões mínimos é de suma importância para que eles visualizem, in locu, as reais necessidades das nossas unidades. Firmar estes padrões e tornar o ambiente escolar mais agradável vai refletir diretamente na melhoria da qualidade da Educação tocantinense”. Desta maneira declarou a diretora regional de ensino de Paraíso, Meyrivane Arraes, que neste último sábado, 18, recebeu o secretário de Estado da Educação, Danilo de Melo Souza, e uma comissão da Diretoria de Padrões Mínimos Educacionais da Seduc, que vistoriaram obras e estruturas de cinco unidades estaduais de ensino do município.

Em sequência, foram vistoriados a Escola Estadual (EE) Trajano Coelho Neto, o Centro de Ensino Médio (CEM) José Alves de Assis, a EE Idalina de Paula, o CEM Diaconízio Bezerra da Silva e a EE Juscelino Kubitschek de Oliveira. Dentre outras ações, as unidades terão, respectivamente, a entrada modificada e as obras de construção da quadra poliesportiva coberta concluídas; a instalação de guarda-corpo e de novos bebedouros; a troca dos muros frontais por gradil; a construção do piso da quadra poliesportiva coberta e a instalação de cortinas nas salas de aula; a criação de uma sala multi-uso; e a troca das instalações elétricas.

De acordo com o secretário Danilo de Melo, cada unidade possui demandas específicas e a proposta do governo atual é padronizar as estruturas de todas elas durante a nova gestão. “Há unidades que estão muito boas e outras que se encontram em situação mais precária, mas, de forma geral, todas precisam de alguma intervenção mais pontual, para melhor se adaptar aos padrões mínimos que estamos estabelecendo. E o nosso objetivo maior é este, disseminar a cultura do padrão mínimo em todo o Tocantins, oferecendo estruturas de primeiro mundo a todo os nossos educadores e alunos”, explicou Danilo de Melo.

Equipe técnica
Um dos componentes da equipe técnica da Diretoria de Padrões Mínimos Educacionais da Seduc, o arquiteto Ari Demóstenes ressaltou algumas das preocupações que ele, juntamente com os demais integrantes do grupo, tem enquanto vistoria as escolas. “Durante as vistorias, nós verificamos se os padrões estabelecidos foram cumpridos nas obras concluídas, se as instalações elétricas, os banheiros, as ampliações e as coberturas das escolas estão de acordo com aquilo que desejamos, primando pela segurança dos alunos, dos servidores e daqueles que freqüentam as unidades. Além disto, é sempre importante conferir a qualidade dos materiais utilizados, pois a durabilidade das obras depende muito disto”, pontuou Demóstenes.

Segundo a engenheira civil Kelly Canelas Lima, também do corpo técnico da Seduc, nos governos anteriores havia apenas uma diretoria de estrutura física, o que se diferencia bastante da proposta adotada pela de padrões mínimos. “Antes, as ações focavam obras padronizadas, gerando aquilo que chamamos informalmente de ‘puxadinhos.’ Hoje, a política da nossa diretoria é a de realizar estudos específicos, adequando as obras às demandas de cada unidade, homogeneizando as estruturas e tornando, assim, os ambientes escolares mais homogêneos e harmônicos”, afirmou Kelly Lima, que destacou, ainda, que o maior desafio da equipe técnica é justamente o de eleger as prioridades e conseguir aplicar, de forma equilibrada, os recursos iniciais disponíveis.

Próximas vistorias
Neste domingo, 19, o secretário Danilo de Melo e a comissão da Diretoria de Padrões Mínimos Educacionais realizarão a vistoria de algumas unidades estaduais de ensino de Porto Nacional. Já nesta próxima segunda-feira, 20, será a vez das unidades de Miracema serem vistoriadas. (Ascom Seduc / Marcus Mesquita)

AO VIVO