Menu
Busca terça, 18 de fevereiro de 2020
(63) 99292-6165
Araguaína
29ºmax
23ºmin
IRREGULARIDADE

Ex-gestora deve devolver mais de meio milhão de reais aos cofres públicos

22 junho 2011 - 12h22

A ex-presidente da Câmara de Gurupi, Rita de Cássia Santos Andrade, terá que devolver R$ 581,3 mil aos cofres públicos, além de pagar multas no total de R$ 6,8 mil, por irregularidades nas contas de ordenador referentes ao exercício financeiro de 2007. A decisão é da Primeira Câmara do Tribunal de Contas em sessão nesta terça-feira, 21.

De acordo com o relatório apresentado na sessão, ficou identificado pagamentos com verba de gabinete sem a comprovação dos serviços prestados e dos produtos adquiridos. Em relação à esta irregularidade, a imputação de débito de R$ 580 mil deve ser quitada solidariamente com os vereadores Adalberto Antero de Sousa, Gilberto Alves Arruda, Gilmar Alves Arruda, José Alves Maciel, João Gomes da Silva, José Carlos Ribeiro da Silva, José Henrique Marinho de Oliveira, Lázaro Augusto Rocha Ribeiro, Raimundo Nonato Gomes Feitosa e Maria Marta Barbosa Figueiredo.

A devolução de R$ 1,3 mil se refere à despesas ilegítimas com aquisição de jogo de camisa para time de futebol, publicação de homenagem caracterizando promoção pessoal e pagamento de despesa com atraso, ocasionando cobrença de multa e juros.

Segunda Câmara
Na sessão da Segunda Câmara do TCE, foram analisados e emitidos pareceres prévios pela rejeição das contas de Araguatins, Cachoeirinha, Novo Jardim e Sítio Novo, referentes ao exercício financeiro de 2009.

As sessões das Câmaras do Tribunal de Contas são realizadas às terças-feiras, em dois horários: às 14h e às 15h30. (Informações da ascom/TCE)

AO VIVO