Menu
Busca terça, 02 de junho de 2020
(63) 99958-5851
Araguaína
32ºmax
21ºmin
COLINAS

Prefeitura inicia construção de casas

11 agosto 2011 - 11h45

Foram iniciadas as obras de construção de 160 casas em Colinas do Tocantins, 60 do Programa Minha Casa Minha Vida e 100 do Programa de Subsídio Habitacional (PSH).

A Prefeitura de Colinas do Tocantins iniciou a construção de 160 casas no município, 60 são do Programa Minha Casa Minha Vida e as outras 100 são do Programa de Subsídio Habitacional (PSH). Os dois programas são em parceria com o Governo Federal. O prefeito José Santana Neto visitou o início da construção das casas nesta semana e comentou sobre as obras.

Procuramos dar dignidade para estas pessoas, pois com uma moradia que lhes dê segurança, conforto, elas terão dignidade para continuarem a trabalhar e melhorarem suas vidas a cada dia”, afirmou. Ainda segundo o prefeito, a atual gestão sempre priorizou ações que valorizem a dignidade e a moradia das pessoas, elaborando projetos que viabilizem obras voltadas para a moradia, saúde e educação para todos.

O diretor executivo da construtora, Lindomar Borges, informou que o prazo máximo de construção das casas é de seis meses, mas a empresa tem o objetivo de entregar a obra antes deste prazo, em torno de 90 dias. “Eu tenho um prazo máximo, mas não tenho um prazo mínimo. O prazo máximo nosso, permitido em Colinas é de seis meses, mas se conseguirmos colocar esta obra em andamento para construção dela em 90 dias, que é o nosso interesse, porque nós temos 122 municípios para construir, vamos dar agilidade na obra”, explicou.

A doméstica Alessandra Ferreira César ficou muito feliz ao saber do início da construção das casas. “É uma emoção muito grande, porque tenho esperado por isto há muitos anos. Todos os dias a sonha com isto. A expectativa agora é de ver a casa, entrar nela”, declarou. Alessandra mora de aluguel e explicou que só o marido está trabalhando. “A gente sofre muito, batalha muito para ver a gente dentro da nossa casa. É um sonho nosso de muito tempo”, completou com um sorriso no rosto.

Outro beneficiário que também está satisfeito com o início das obras é o cozinheiro Almir Neres Santiago. Ele mora na Vila São João e os pedreiros começaram a construir sua casa. Almir é casado e tem duas filhas gêmeas, de 7 anos. “A casa vai dar mais segurança pra gente”, afirmou Almir.

O pedreiro Romualdo Mota Barros, conhecido como Neto, está trabalhando nas obras de construção das casas, e está satisfeito por dois motivos. “Eu tenho um grupo de pedreiros e serventes que trabalha comigo, se eu não pegasse a obra, eles iriam ficar parados, dependendo de mim. Esta é uma oportunidade de trabalhar e também ajudar as famílias beneficiárias”, disse. “Você está fazendo um trabalho gratificante, você está construindo casas para família morar”, completou satisfeito Romualdo.

PSH

O Programa de Subsídio Habitacional vem com o objetivo de completar, junto com as prefeituras, os orçamentos para a construção de moradias. São unidades habitacionais que possuem uma sala conjugada com cozinha, banheiro e um quarto, dando condições para as famílias que moram de aluguel, que tenham terreno, a oportunidade de começar um imóvel.

Para a construção de uma unidade, o Governo Federal entra com um recurso de R$ 8 mil, a prefeitura entra com uma contrapartida de R$ 2 mil e a família com R$ 2 mil.

Minha Casa Minha Vida

São 60 casas do Programa Minha Casa Minha Vida. O valor da obra está orçado em R$ 1,140 milhão e deve beneficiar famílias dos setores Santo Antônio, Santa Rosa, Sul, Santa Maria, São João, Novo Planalto, Araguaia, Sol Nascente, Alvorada, Norte e Setor Oeste.

O Programa Minha Casa Minha Vida é um programa do Governo Federal, em parceria com os Estados e Municípios, sendo gerido pelo Ministério das Cidades. Em Colinas, a operacionalização das 60 casas é do Banco Paulista, sendo construídas em lotes das famílias com o objetivo de reposição ou substituição das submoradias.( Ascom)

AO VIVO